Design

5 coisas que todo Designer deve fazer ao criar um Logotipo

 

O Logotipo não se resume apenas em uma imagem ou símbolo. Muito mais do que isso, ele transmite o perfil de uma empresa antes mesmo que ela se apresente. Através do logotipo, podemos notar se a empresa se apresenta com profissionalismo, se é séria ou mais casual, até mesmo se é uma empresa com preços altos ou baixos.

Isso porque o logotipo fala sobre as entrelinhas. Ele é a peça-chave na identidade de uma empresa. Tudo gira em torno dele. Ou quase tudo. Não atoa é a coisa mais importante em um manual de identidade. Criar um logotipo que passe ao cliente tudo o que a empresa quer falar, mas de forma sutil e certeira, é um desafio e tanto ao designer. Pois o “criar” não consiste apenas em abrir um software e começar a desenhar. O criar, neste caso, significa unir os principais pilares da empresa e passar isso ao público de um jeito inteligente, atraente, sedutor e que gere vendas. Afinal, design é solução. Então vou te contar cinco coisas que todo designer deve fazer ao criar um logotipo.

Pode ser que haja mais coisas a serem feitas, porém, estas cinco já abrirão o norte para desenvolver um bom brainstorm e fazer
um projeto que deixe o cliente feliz.

1. Questione o seu cliente

Converse com o seu cliente sobre o resultado que ele espera. Muitos deles não tem a menor ideia do que pode ser feito, mas sabem quais cores usar, tipografia, simbologia, etc.

Questione tudo. Por exemplo:

  • Como você quer que os clientes vejam a sua empresa?
  • Como você imagina o seu cliente ideal?
  • Você quer um logotipo sério, sofisticado ou algo mais colorido e alegre?
  • Tem algum símbolo ou animal que represente o perfil da empresa?

Estes tipos de perguntas facilitarão a sua busca por referências, que é a segunda coisa que todo
designer deve fazer ao criar um logotipo.

2. Busque por referencias

Procure ver tudo o que já foi feito e como foi executado. É muito importante ter referências, por isso, sugiro que você acompanhe profissionais especializados em marcas. Ex: Ana Couto Branding. Estude a cabeça deles. Tente pensar como eles pensam. Escolha um logotipo importante e reflita sobre ele. Isso vai te trazer repertório para criar uma paleta de cores eficiente, com resultados objetivos e clareza. É normal ter dificuldades quando não vem ideias, layouts bons… mas é aí que entram as referências. Bota um som bacana para escutar e comece a buscar por cores, formas, significados, procure entender a empresa também… os pilares de valor, missão e entrega.

3. Estude a concorrência

Pesquise pelos concorrentes do seu cliente e veja o que já está no mercado. Você pode se inspirar, mas nunca copiar. Afinal, a parte mais legal do design é criar. Nada se cria, tudo se reinventa. Uma coisa é copiar, outra coisa é se inspirar. Isso é importante também para que você aprenda através dos erros de outras pessoas. Então, se houver algo que você não considerou tão bacana, evite usar isso em seu trabalho. Vai  te poupar tempo e refação.

4. Estude/Pesquise mais

A pesquisa te dará embasamento em tudo o que você fizer. Assim, quando for apresentar o seu trabalho, você terá confiança e, principalmente, argumentos para convencer o cliente de que a marca que você criou vai trazer mais resultados para ele e mais fixação na cabeça dos clientes. Dica: Psicologia das cores pode explicar muita coisa sobre a empresa ;)

5. No início, quantidade é melhor que qualidade

Crie. Crie muito. Crie várias opções. Crie ao menos 5 versões para opção. Não importa se está bom ou não, apenas crie. Isso vai abrir a porteira da sua mente para criar ainda mais. Quando realmente estiver cansado de criar, respire fundo e crie mais um pouco. Depois, quando tiver algumas opções boas, dentre as centenas que você fez, selecione as melhores e apresente para o cliente. É imprescindível que você utilize argumentos com embasamento, afinal, você sabe o que está fazendo. Assim, a chance de o cliente gostar do seu trabalho aumenta e ainda passa a credibilidade que um bom profissional como você irá conquistar.

Curtiu? Então mãos à obra! ;)

Clique aqui para comentar ( )