Fotolia

A comunidade de design e a constante (des)união de seus integrantes

Olá, pessoas!
Hoje, as mídias sociais fazem com que a troca de informações seja feita de forma rápida e dinâmica. Muitas das vezes, nossas dúvidas são respondidas rapidamente e assim, conseguimos resolver o problema que estávamos com dificuldade. Com certeza esse é um ponto positivo de todo esse dinamismo. O design é algo que vem crescendo todos os dias, com o desenvolvimento da tecnologia nos últimos anos, o design tomou força e o seu valor é inestimável para qualquer empresa/negócio (mesmo nem todos pensando dessa forma). Mas eu sinto que mesmo com toda essa evolução, com tantos designers no Brasil, somos ainda muito desunidos. Sim, somos mesmo!

Acredito que todo mundo esteja em algum grupo ou comunidade de design pela internet. Já notou como algumas dúvidas de iniciantes (ou não) tomam, em muitas vezes, um rumo totalmente oposto da proposta inicial?  Por se achar mais superior, o indivíduo fala de forma a magoar a pessoa que está com alguma dúvida. Claro, nem todos são assim e nem sempre acontece dessa forma, mas isso é muito comum.

Esquecemos que também fomos iniciantes e que também erramos muito no começo. Todo mundo foi assim! Ninguém começou na carreira fazendo somente coisa boa. Isso vai se adquirindo com estudo, treino e repertório e não acontece de uma hora pra outra. Por favor, tenham calma na hora de responder ou alertar profissionais iniciantes ou não. Se a pessoa está fazendo algo errado, é nosso dever conduzir os parceiros de trabalho a melhorar aquilo e não fazer julgamentos e críticas se achando superior. Muitos falam que o design está desvalorizado, que o mercado não tá bem, que não arrajam clientes… mas muitos dos que falam esse tipo de coisa, não conseguem nem orientar um outro profissional em uma dúvida. Como pode uma profissão se valorizar se você nem valoriza o trabalho dos membros da comunidade?

Outro exemplo (talvez o pior) é a não troca de conteúdo entre os criativos. “Não, eu não vou passar o curso tal pra ‘fulano’ porque ele vai ser melhor que eu”. Os designers não se ajudam! Existe um ‘medo’ que eu não consigo entender que cobre boa parte da nossa comunidade: ‘fulano vai ficar melhor que eu”. Cara, existem designers melhores em todo lugar. Não pense que você é um bom designer, que faz altas ilustrações, vídeos, animações… e você é o melhor. Sempre vai existir alguém melhor que a gente, sempre! Parem com essa besteira de não trocar conhecimentos com medo de ser ‘pior’. O mundo não entende o valor do design muitas vezes por esses profissionais. É guerrinha de software A ou B e outras coisas tão irrelevantes… Como querer que as coisas melhores na nossa área se nem você faz melhorar?

Eu admiro muito a comunidade dos desenvolvedores/programadores. Eles se ajudam muito quando os códigos estão errados, principalmente quando é um projeto que envolve muitos profissionais. Compartilham novas tecnologias, truques e dicas sem nenhum tipo de restrição. Claro, nem todos são assim, mas os muitos que conheço, são bem abertos a aprender e compartilhar. Será que podemos ser assim também?

 

#CONCLUSÃO

A cada dia que passa o design fica mais necessário no mercado. A mudança da mente é o primeiro passo para um futuro ainda mais expansivo pra a nossa comunidade. Precisamos nos unir para compartilhar, aprender e agregar valor à nossa profissão. Você não precisa ter inveja do seu amigo que é melhor que você. Invés de ter inveja, se inspire no que ele sabe pra aprender mais e ser tão bom quanto ele um dia. Eu mesmo tenho várias referências boas para me inspirar. Designers que me fazem querer ser melhor a cada dia. Você consegue ter isso também ou está com ‘invejinha’ porque ‘fulano’ é melhor? Parem com isso! Respeitem o trabalho alheio, sejam educados, saibam orientar corretamente quem tem menos experiência que você. Saiba indicar um outro profissional pra um projeto. As vezes você não é o melhor designer para o projeto; talvez porque é muito técnico e o job é mais artístico e por aí vai… Entende?

O segredo da valorização começa por nós mesmos. Uma comunidade unida é uma profissão unida. O Diógenes escreveu um artigo com temática parecida, dá uma lida pra complementar esse assunto.

O que você acha desse assunto? Comenta aí em baixo a sua opinião.

Abraços e café!

 

__

 

Foto de Capa: Fotolia da Adobe. Lá, você encontra milhares de imagens com royalties free. Acessa lá e confira! :D

Clique aqui para comentar ( )