Design

A plantação de móveis de Gavin Munro

Quando pensamos em móveis aliados à natureza logo pensamos em materiais, inspirações e processos naturais. Ok! Até aí tudo certo. Mas e se os móveis aos quais estamos falando saíssem praticamente prontos de uma árvore? Como um fruto a ser colhido. Por incrível que pareça isso já acontece, e é o designer Gavin Munro o autor de tamanha façanha.

Tudo bem. Claro que as obras não nascem naturalmente em árvores, mas com uma pequena ajudinha elas se tornam quase que uma nova espécie da flora. Gavin e sua equipe “influenciam” as árvores a tomarem as formas desejadas para seus móveis enquanto elas ainda crescem.  “A busca é sempre por árvores que tenham uma boa aderência ao juntar os galhos uns aos outros, que sejam fortes e não cresçam muito devagar”. Isso porque casa “colheita” acontece entre 4 e 8 anos. A criação das peças acontece em uma área rural na Inglaterra, e o projeto recebe o nome de Full Grown.

Gavin produz peças como cadeiras, mesas e luminárias, dentre outras. Depois que planta a espécie desejada para a obra, o próximo passo é esperar. Após os primeiros galhos aparecerem, uma espécie de molde é colocado para que eles se adequem aos formatos das mobílias. O designer diz que é preciso muita paciência, pois essas fases podem levar alguns anos para sua conclusão, já que ainda é necessário que os galhos engrossem e se tornem fortes o suficiente.

Já falei aqui no site sobre a Biomimética, a influência da natureza na hora da criação, seja ela estética, conceitual ou funcional. E quer uma maior interação com a natureza que essa? Aliando a sustentabilidade com a estética orgânica das formas naturais, o designer cria peças únicas e cheias de personalidade, e já tem até uma de suas obras exposta em um museu. Bacana, né? Veja algumas imagens do projeto logo abaixo, e um vídeo (em inglês) que explica melhor como é todo o processo de criação dos produtos. Ah, e se você desejar comprar alguma dessas peças é melhor falar agora, pois pode demorar um pouco até que elas sejam entregues. As encomendas podem ser feitas no site do projeto.


Clique aqui para comentar ( )