Design

A Proporção Áurea de Pedro Panetto e a nossa entrevista

Olá, pessoas!
O artigo de hoje é diferente dos que geralmente apresento por aqui. Vamos conhecer um pouco mais do trabalho, referências, projetos e universo criativo do Pedro Panetto – um dos designers com trabalhos mais relevantes do Brasil. Pelo o constante uso da Razão Áurea em seus projetos, o Pedro conseguiu chamar muita atenção de designers e criativos. Seus projetos possuem uma grande quantidade de visualizações no Behance. Se você já conhece o trabalho dele, essa é a hora de aprender um pouco mais. Se você não conhece, fique à vontade pra explorar mais sobre os seus projetos.

  1. Antes de tudo, gostaria de dizer que é prazer pra mim estar entrevistando você. Agora, nos conte mais sobre como começou seu interesse por design. Como aconteceu esse processo?

“O prazer é todo meu. Eu entrei no Design por acaso e ao mesmo tempo tudo me levou para isso. Foi o caso de amigos me indicarem o curso, eu ler a descrição, me identificar e entrar na faculdade. Com o curso eu percebi que estava no lugar certo, tudo que eu já via estudado sobre desenho me ajudou, e até os malabares que eu praticava eu descobri que estimulavam a criatividade.

Depois descobri que o Design também tem uma atmosfera estratégica, e a primeira vez que eu li a Arte da Guerra eu tinha 12 anos. E mais tarde vim a descobrir que o Design me permitiria viver ao meu modo, sem ser preso a um emprego ou rotinas tediosas.

Enfim, foi por acaso e ao mesmo tempo nasci para isso”.

 

  1. Quais são as suas principais referências dentro do design? Como isso te influência nas suas criações?

“Admiro muito o trabalho de Stefan Sagmeister, por sua forma nada convencional. Gosto muito de Mark Newson. Alexandre Wollner é alguém que eu gostaria muito de conhecer e acompanho seu trabalho faz tempo. Gosto do trabalho de Chermayeff & Geismar. Escher é uma inspiração que tenho desde a adolescência também. São os primeiros nomes que me vem a cabeça.

Não sei até onde esses profissionais me influenciam, mas sempre busco alcançar um nível técnico que se aproxime do deles, e quem sabe um dia supere. Além disso, busco muita inspiração em Deus, peço isso a Ele constantemente e essa é a coisa que melhor funciona para mim”.

 

  1. Graças aos seus projetos com o constante uso da Proporção Áurea, você tem recebido muita atenção e respeito por outros profissionais, inclusive com uma participação em um livro de design internacional. Como tem sido lidar com tudo isso?

“No começo era intimidador, mas me acostumei. Hoje em dia eu sou muito grato por isso, e tem projetos para vir aí que vão ser um nível ainda muito mais aprofundado. Livro internacional sobre Proporção Áurea foi algo incrível, fico feliz em pensar até hoje. E na verdade esse mesmo trabalho foi para outro catálogo internacional de marcas, só que ainda não me enviaram o meu exemplar e eu nem postei sobre isso até então.

Mas a Proporção Áurea foi algo que eu vim trabalhando desde a época da faculdade, e desde então tem feito uma enorme diferença nos meus trabalhos e carreira”.

  1. Você tem um canal no Youtube que abrange vários conteúdos sobre design. Por que você resolveu criar o canal e falar sobre temas referentes a profissão? Qual é o seu objetivo ao fazer isso? Quais novidades podemos esperar que aconteça por lá?

“O princípio de tudo foi muito humilde, eu queria produzir conteúdo para me forçar a estar sempre estudando mais: compartilhar conhecimento para adquirir conhecimento. E isso funcionou e funciona muito bem.

E aproveitei o canal para falar de coisas que me incomodavam no mercado e buscar melhorar muitas delas. Para o canal você pode esperar muitos vídeos pela frente, sempre com um conteúdo holístico e sempre voltado ao lado teórico do Design… só que com o diferencial de que o lado teórico será traduzido para você colocar na prática de modo efetivo”.

 

  1. Recentemente você abriu o primeiro curso de Proporção Áurea aplicada ao design do Brasil (talvez do mundo). Como tem sido pra você repassar esse conhecimento para outros designers?

“Tem sido incrível. Quando eu faço vídeos pelo YouTube, eu não dou mais conta de responder a todo mundo sobre todas as dúvidas. Mas com o curso eu pude colocar um número limitado de alunos e dar uma grande atenção a cada um.

E a turma toda aprendeu, foi um curso bem aprofundado em Razão Áurea, que fez uma grande diferença na carreira de cada aluno. E isso em pouco tempo de curso. Além dos resultados diretos, também pudemos criar uma boa amizade, a turma se juntou em um grupo secreto no Facebook que gerou um ótimo network entre todos”.

  1. Como foi o feedback da sua primeira turma em relação ao curso? Você acha que conseguiu suprir as necessidades deles? E as suas?

“Muito mais do que suprir, o feedback foi super positivo, eles já nos primeiros módulos me disseram que o curso havia superado todas as expectativas. Isso por que desde o começo você entende a Proporção Áurea e como aplicar ela de forma correta, e a medida que o curso progride você vai avançando em técnicas variadas.

Então você de cara tem aquele estalo na cabeça por entender a coisa, e depois se sente progredindo na técnica bem rapidamente. Eu tenho postado os feedbacks no meu Instagram e página. Toda experiência foi ótima para mim e para aos alunos”.

 

  1. Uma nova turma será aberta agora em março para o seu curso. Quais são as novidades dessa vez?

“Essa turma terá ainda mais conteúdo, só que ainda é secreto essa parte. Mas todo o modo se mantém a certeza de que a metodologia de ensino funciona e que os alunos vão aprender”.

 

  1. Além desse curso de Proporção, existem alguns outros cursos que você pretende lançar futuramente?

“Eu tenho algumas ideias, mas por enquanto eu não sei se abrirei outros cursos porque o ano vai ser bem corrido”.

 

  1. Pra finalizar, queria agradecer pelo seu tempo e pelo convite aceito pra essa entrevista. Existe algum recado que você queria deixar pra os criativos que acompanham seu trabalho?

“Imagina, eu que te agradeço pela entrevista!

Meu único recado para as pessoas que seguem o meu trabalho é um obrigado. Sou muito grato por todos, e é muito bom estar sempre interagindo com uma grande comunidade de criativos, aprendo muito em troca”.

Espero que essa entrevista possa ter ajudado a entender mais sobre o trabalho do Pedro Panneto. Vocês podem conferir mais do conteúdo que ele promove e seus trabalhos através do Behance, Youtube, Facebook e Site.

Pra mim foi realmente gratificante, brow! Obrigado e tamojunto! ;)

Abraços!

Clique aqui para comentar ( )