A trilha sonora e o branding – Design CultureA trilha sonora e o branding – Design Culture
Cinema e Séries

A trilha sonora e o branding

www.shutterstock.com

Todo designer que é responsável pelo desenvolvimento de uma marca e sua identidade sabe que seu trabalho tem que se comunicar de diversas maneiras com o seu público alvo, onde hoje em dia existem muitos recursos para fortalecer essa comunicação entre pessoas e marcas.

Um exemplo disso é quando entramos em uma loja física de uma determinada marca e já nos remete a lembrança de toda a experiência que ela nos oferece, através dos seus produtos ou serviços. Isso pode acontecer por vários fatores, uma identidade visual bem desenvolvida ou até mesmo o cheiro daquele ambiente podem despertar bons sentimentos no consumidor.

Isso também acontece no cinema, já que os filmes também possuem uma identidade própria, tudo para que o engajamento seja maior com o seu público alvo, sendo que nessa identidade temos algo que está presente desde os primórdios da sétima arte, a trilha sonora.

Muitos filmes que foram produzidos durante a história souberam utilizar esse recurso muito bem, sendo que basta a gente ouvir algumas notas musicais e já conseguimos lembrar da maioria das cenas.

Temos inúmeros exemplos, mas em especial temos um compositor que conseguiu realizar esse feito por várias e várias vezes, o lendário John Williams.

John Williams ao lado de Steven Spielberg em uma homenagem feita para o compositor em 2016 (Foto: www.shutterstock.com)

Ele foi responsável pela trilha sonora de grandes clássicos no cinema como E.T. – O Extraterrestre, Indiana Jones, Superman, Jurassic Park e Harry Potter, mas talvez seja a trilha da franquia Star Wars a sua maior obra-prima.

Quando George Lucas começou a escrever as primeiras cenas do filme, ele tinha como ponto inicial criar algo que fosse parecido com uma ópera no espaço. Por isso não tinha dúvidas em incluir John Williams no projeto, que já tinha feito parceria com seu amigo Steven Spielberg no filme Tubarão em 1975.

Mas nem George Lucas poderia imaginar o sucesso que estava produzindo, o filme que estreou em 1977 foi um enorme sucesso e sua trilha sonora virou um clássico. Em 1980 ele produziu a continuação com o nome de O Império Contra-Ataca, onde John Williams compôs o tema da Marcha Imperial, que também ficou conhecida como o tema do personagem Darth Vader.

O personagem Darth Vader em sua pose clássica (Foto: www.shutterstock.com)

Mesmo quem nunca viu os filmes da franquia sabe do que se trata quando escuta a trilha de Star Wars, por isso John Williams é tão importante, já que com isso ele conseguiu ajudar a transformar a criação de George Lucas em um ícone pop no mundo todo.

A trilha sonora de um filme é uma peça fundamental, que além de dar ritmo, ela também é de extrema importância para o branding do projeto.

Clique aqui para comentar ( )