adobe-tipografias-bauhaus
Design

Adobe recria esboços de tipografias da Bauhaus e libera para uso

Fundada em 1919 na cidade Weimar, Alemanha, a Bauhaus foi a escola de design, arquitetura e arte mais importante e influente do século XX.

Criada pelo arquiteto alemão Walter Gropius, a escola revolucionou o design moderno, combinando artes com engenharia e sempre visando obter o visual clean, ou seja, com formas ou linhas simplificadas. Bauhaus foi fechada em 1933, pelo então governo de  Adolf Hitler.

Um dos trabalhos realizados na Bauhaus era a tipografia. Depois do fechamento da escola, algumas tipos ficaram pela metade e outras tiveram partes extraviadas. 

Quase 100 anos depois, a Adobe iniciou o projeto chamado “Hidden Treasures” e escolheu 5 alfabetos dos mestres da Bauhaus para serem meticulosamente finalizados e digitalizados por uma equipe de estudantes de vários países guiada pelo renomado designer de tipos Erik Spiekermann.

Olha que legal, a Adobe disponibilizou 2 fontes exclusivamente para membros da Creative Cloud. No final desta matéria tem o link para obtê-las. 

Joschmi

Criada por Joost Schmidt, Joschimi foi a primeira fonte a ser liberada pela Adobe. O material original possuía apenas o esboço das letras “a,b,c,d,e,g”. O desafio foi concluir todo o alfabeto mantendo a ideia original. Essa missão foi cumprida pela designer brasileira Flavia Zimbardi.

Xants

Desenvolvida pelo multi-talentoso Xanti Schawinsky, Xants é a segunda fonte da sequência. Elementos retos, curvilíneos e estilo estêncil são característicos dessa tipografia. O designer italiano Luca Pellegrini ficou responsável por criar as pontuações, símbolos matemáticos e de moedas atuais.   

Quer saber mais sobre o projeto e obter essas fontes? Então dê um CLIQUE AQUI ;)

Clique aqui para comentar ( )