Design

Anima, um estúdio com alma de Moçambique

Pensar em novas formas de fazer design constitui um desafio para designers moçambicanos, africanos e de todo o mundo. As perspectivas sobre o design são dinâmicas e exigem referências internacionais e um toque local, que funciona como elo de ligação entre os consumidores e o produto de design. Pensar nos projectos de design implica pensar directamente no espaço cultural, geográfico e identitário em que este será inserido. É neste sentido que proponho uma visita a um estúdio criativo que busca a resolução de problemas construindo soluções criativas, com referências locais.

O ANIMA é um estúdio criativo moçambicano baseado em Maputo, que procura integrar os novos desafios impostos no mercado, como oportunidades um estúdio que gosta de “comunicar, simplesmente”. Focado no Design – Audiovisuais – Digital – Projectos.

“A equipa ANIMA integra uma diversidade de competências profissionais complementares, aliando conhecimento técnico a uma constante preocupação com o contexto local.” O estúdio é uma referência no país. Acompanhe a seguir alguns trabalhos desenvolvidos pelo estúdio.

Cartaz e o catálogo da 13ª exposição do pintor moçambicano, Gemuce.

 

A ANINA desenvolveu a dentidade visual, design de um programa e panfletos, e uma instalação interactiva para a 10ª Bienal Internacional de Dança Contemporânea de Maputo

 

Documentário sobre os projectos que a UE apoiou no país.A ANIMA criou as animações originais para o documentário “Os 5 Elementos”, realizado por Fábio Ribeiro, e todo o material gráfico para o pacote promocional.

 

Documentário realizado por João Graça e Fábio Ribeiro, produzido pela ANIMA, sobre a cidade de Maputo e as divisões sociais entre os subúrbios e a “cidade de cimento”

 

Veja mais em: http://anima.co.mz

Clique aqui para comentar ( )