Design

O que a Ford e o sono dos bebês tem em comum?

Créditos: fordmaxmotordreams.com

Hoje venho mostrar uma solução para os pais que assim como eu, já pensaram ou até mesmo precisam dar umas voltinhas de carro para fazer nossos pequeninos dormirem durante o trajeto. A resposta para o título desse artigo é:

“Um berço que simula um passeio de carro e que possui um aplicativo que permite traçar o trajeto que o carro faria”

Créditos: www.fordmaxmotordreams.com

Fui pai muito cedo – ou ao menos é o que a maioria diz – e posso dizer o quanto esse berço seria útil para fazer meu pequeno Ian dormir mais e até mesmo mais cedo. Afinal, digamos que ele é um pouco elétrico demais… rsrsrsrsr’

Existem várias técnicas para colocar bebês para dormir, técnicas que vão desde de escutar música clássica até o famoso passeio de carro para os pequeninos que não sentem enjoo quando passeiam em automóveis.

Desta forma, a Ford visualizou uma oportunidade para desenvolver o berço Max Motor Dreams, cujo o objetivo é simular um passeio de carro para o pequeno – que assim como o meu – é apaixonado por passear de carro.

Créditos: www.fordmaxmotordreams.com

O berço Max Motor Dreams consegue simular um passeio de carro porque possui luzes LED para simular a passagem por luzes de postes, alto-falantes que reproduzem os sons das ruas e um mecanismo que faz com que o colchão levemente para que o bebê acredite que está no carro.

Créditos: www.fordmaxmotordreams.com

Outro ponto muito interessante deste projeto é que ele possui um aplicativo que permite traçar um trajeto que o bebê faz cotidianamente, como ir visitar os avós seja reproduzido. Ou seja, não é simplesmente um balanço aleatório. É um movimento que realmente fará com que o bebê busque em sua memória afetiva e se sinta confortável. Infelizmente, a Ford ainda está considerando se irão realizar sua produção em larga escala. Mas uma coisa é certa, eu pensaria em comprar.

Créditos: www.fordmaxmotordreams.com

Posso até parecer entusiasmado demais com esse projeto, mas são projetos como esse que me faz acreditar que existem diversas oportunidades para os designers atuarem junto as mais diversas industrias e criarem soluções para os mais diversos problemas. Para mim,  a grande “sacada” foi olhar o problema de uma perspectiva diferente e vê-lo de maneira mais abrangente.

O que tiro de lição ao ver este projeto é algo que já falei aqui em outros artigos,  devemos olhar melhor para cada problema que vivenciamos e pensar se nós não podemos resolver ele de uma outra maneira.  Afinal, vivi este problema e não visualizei essa oportunidade…

Clique aqui para comentar ( )