logo do san diego chargers
Design

Empresas bilionárias também comentem erros de design

Trabalhando como designer gráfico por mais de dez anos, já vi e ouvi muita coisa no mercado.

Já vi histórias que dizem que erros graves de design são “privilégios” de organizações e empresas micro, pois não possuem verba (ou conhecimento suficiente) para investir na área. Mas uma coisa que posso afirmar, mais caro que contratar uma consultoria em design que possa tornar sua marca relevante, é tentar corrigir um erro.

Principalmente se você pagou por esse erro. Isso significa que você gastou dinheiro duas vezes; uma contratando a empresa que fez a “cagada” e outra para contratar a outra empresa para corrigir. Você acabou abrindo a torneira numa pia com vazamento.

Mas cito todo esse pequeno prelúdio, apenas, para chegarmos ao ponto principal desse artigo: esses erros não ocorrem apenas em organizações pequenas.

Semana passada uma organização norte-americana, bilionária, anunciou uma mudança. Essa organização é um time de futebol americano da NFL (National Football League), que está se mudando de San Diego para Los Angeles; ambas as cidades na Califórnia.
logo san diego charger los angeles chargers

Faz algum tempo, já havia publicado uma tradução de artigo bastante interessante, sobre os logos da NFL.
Como bom designer de formação, sou aficcionado por essas marcas; como são projetas e como seus pontos de contato interagem com o público de maneira geral. O que vemos nessas organizações é uma gestão de branding um pouco diferente do que estamos acostumados enquanto profissionais. Por estarem localizados em cidades, seus torcedores são fanáticos locais (e de localidades próximas) e constroem uma ligação de lealdade com o tempo.

Então, se essa organização que levou alguns bons anos para construir sua reputação, muda de cidade; seus torcedores sentem-se apunhalados e traídos. Para você entender melhor, contarei um breve resumo da história do San Diego Chargers.

A franquia esportiva dos Chargers foi fundada em 1960, participando da AFL – American Football League – pela cidade de Los Angeles. Em 1961 a franquia se realocou para San Diego permanecendo por lá até o Janeiro de 2017. Com a volta para a cidade de Los Angeles, a equipe passou por um rebrand tendo seu logotipo alterado; o que aumentou ainda mais a revolta dos seus antigos fãs; agora órfãos de equipe.

Mas então, onde está o problema? Não abordarei fatores estéticos e estilísticos por não acreditar que seja o assunto que temos que discutir, mas sim a gestão de design como um todo.

Para mim o erro e o problema surgiram num fator simples: a falta de benchmark de logotipos de outras franquias esportivas na cidade.

los angeles dodgers los angeles chargers

Ao mudar o símbolo da organização o LA com um raio ao final; alterando também as cores para o azul marinho com branco, a equipe cometeu um erro de design significativo pois ficou com um símbolo muito similar ao de outra equipe esportiva da cidade.

Sabe qual é? Adianto uma informação; você com certeza já viu os símbolos em vários bonés por aí.

É o famoso símbolo de LA do Los Angeles Dodgers, equipe da cidade representante na liga de baseball MLB.

Após alguma confusão nas redes sociais e nos principais canais de design dos Estados Unidos, a organização de futebol americano anunciou (novamente) breves mudanças no logotipo de equipe.

O resultado final foi esse:

Ao assistirmos um episódio como esse, conseguimos perceber que independente do país/cenário em que a empresa está inserida, vemos que ainda há muito o que se caminhar quando pensamos na gestão estratégica do design.

A verdade é que já vimos que foi comprovado por diversos casos que, quando se dá a devida atenção à esse fator o mercado recompensa financeiramente e mercadologicamente, ganhando share de mercado, relevância de marca e com o tempo a preferência do público.

O que você achou desse caso? O que você abordaria de forma diferente num projeto como esse?

Obs: Vocês devem ter notado que no título da matéria há uma palavra escrita de modo “errado” ou no mínimo equivocado, se você reparou e se sentiu desconfortável, informamos que o título foi escrito propositalmente com uma palavra que tem o início e o termino iguais: cometem e comentem, ao passar os olhos de modo rápido talvez não tenha percebido, mas, ao parar um pouco irá perceber o erro. O erro de digitação pode ser encontrado futuramente em alguma de nossas matérias, mas, não se preocupem, quando encontrado iremos corrigir rapidamente. Agradecemos aos feedback dos leitores que repararam na palavra escrita de modo incorreto e nos alertaram. Vocês fazem o DC conosco.

Clique aqui para comentar ( )