Design

Já pensou em sair por aí e divulgar seu trabalho em um metrô, trem ou ônibus?

Créditos: Visual Hunt

Quem nunca pensou em sair por ai e divulgar seu trabalho com o intuito de prospectar algum job? Acredito que muitos de nós, mas nem todos temos coragem suficiente para isso.

Hoje vamos falar um pouco do Cesar Custodio, um cara que teve coragem para isso e alcançou um resultado melhor que o esperado…

Primeiro vamos conhecer um pouco do Cesar e de seu trabalho, um carioca que é animador 2d, criador e diretor do Juca Jacaré, personagem que possui um canal no youtube com o intuito de animar e entreter o público infantil. E, se você possui filho(a), sobrinho(a) ou até mesmo um priminho(a) pequeno – assim como eu – deve saber o quão gratificante é encontrar conteúdo interessante para mostrar à esses pequeninos.

“Um canal de animação 2D que conta a vida de um jacaré que apronta todas, é hiperativo e adora bagunçar fazendo com que seus amigos percam a paciência! Juca Jacaré adora aprontar altas confusões e se mete em grandes aventuras.”

O Cesar é responsável pela criação das nove personagens que compõem o canal do Juca Jacaré e também por todo o roteiro dos episódios, ou seja, o cara faz tudo para que o canal exista.

Fonte: facebook.com/juliojaca

E, falando em fazer de tudo para que o canal exista… O Cesar passou a visualizar o trem como uma oportunidade de divulgar seu trabalho e conseguir mais alguns inscritos para o seu canal e o resultado disso foi extraordinário!

Ao anunciar seu canal no metrô, o Cesar se deparou com a Cíntia Costa que em meio a todo o tumulto resolveu tirar uma foto dele e de sua pasta que continha algumas peças impressas das personagens do seu canal e publicar no facebook pedindo para que aqueles que pudessem se inscrevessem no canal do Juca Jacaré.

Fonte: adaptado do facebook

Como resultado, o post de Cíntia fez com que o canal do Juca Jacaré conseguisse mais de 30 mil inscritos em um curto espaço de tempo. Bem, você pode pensar que o facebook fez a maior parte do trabalho, mas será que isto tudo teria acontecido se ele tivesse ficado em casa e continuado a compartilhar seu trabalho apenas no facebook? Será que realmente precisava de mais alguém para acreditar no talento desse cara e compartilhar a história dele para nós pudéssemos vê-lo?

As respostas para essas perguntas eu não tenho a menor intensão de saber, o que acredito é que precisamos nos mover para fazermos as coisas acontecerem, então se você tem algum projeto que acredita bastante, mas ta precisando daquele empurrãozinho… Começa a falar mais sobre esse projeto para seus amigos, vai atrás pessoas que possam te ajudar a colocar essa ideia pra frente, ou até mesmo anuncia no busão ou metrô enquanto volta da faculdade ou do trabalho. O importante é nos movermos em buscas de nossos objetivos.

 

Clique aqui para comentar ( )