Publi e MKT

Mais que paredes coloridas…

Fonte: Fotolia

Atuar em escritórios como o do Google, Facebook, Youtube e outros é o sonho de diversos profissionais. Não pela oportunidade profissional em si, mas pela “qualidade” do ambiente de trabalho e quando coloco qualidade entre aspas, realmente estou sendo irônico.

Diversas empresas revolucionárias se instalaram no pais, trazendo consigo todo um ecossistema, uma cultura.

Estruturadas sobre metodologias que instigam a criatividade e produtividade, é surpreendente – dado nossa experiência – que estas empresas conseguiram atingir seus primeiros bilhões em valor de mercado com equipes extremamente enxutas, na contramão de outras empresas com maior tempo de mercado.

Hoje, atuo no ARMAZÉM DA CRIATIVIDADE  – uma extensão do Porto Digital em Pernambuco – onde temos uma estrutura moderna, atrativa e que encanta clientes e profissionais. Laboratórios modernos para prototipagem de Design de Moda, Fotografia, Impressão, Produção Musical e diversas outras áreas.

Showroom do Armazém da Criatividade | Caruaru, PE

O que quero abordar são alguns pontos interessantes que não são observados e que na grande maioria das vezes são ocultados por ambientes descolados e uma cultura mais “moderna” de convivência entre equipes que acompanho no Armazém, como também em outros espaços como o da GOOGLE em SP.

– Áreas de Diversão

Cadeiras super modernas, mesa de sinuca, Arcade e afins podem ser um grande aliado para momentos de convivência e diversão, mas que no dia a dia, utilizam essas coisas com a mesma frequência que usaríamos se tivessem em nossas casas, ou seja quase nunca (claro que se você for viciado em alguns dos jogos, não conta), a vida real ainda acontece nas mesas, salas de reuniões ou nos clientes.

– Ausência de Mobilidade

Isso mesmo! Tirando o coworking, grande parte das organizações são formatadas para operar de forma enxuta e ágil! Sendo assim elas entendem que o modelo ideal é ter todos os funcionários fisicamente próximos. Dessa forma, dificilmente adotam o home office como uma de suas práticas.

– Financiar Custos Básicos

Aew! A empresa fornece manicure, babá, yoga – sim! Isso é sério – e diversos outras vantagens que fazem com que você em um primeiro momento se sinta empolgado e passe muito mais tempo nestes ambientes. Com o passar do tempo diversos profissionais – entre eles me incluo – questionam-se quanto tempo é dedicado ao espaço de trabalho em relação a “vida lá fora”. Em alguns casos isso gera uma redução do tempo de permanência no ambiente, em outros leva à crises de ansiedade e diversos outros transtornos. Muito comuns hoje em dia.


Esses são apenas alguns pontos que podemos citar e que, se pararmos para pensar, podemos ir desmistificando ao mesmo que desencantando de elementos que compõe nosso sonho de um ambiente perfeito de trabalho. Agora, gostaria de fazer um contraste sobre alguns valores que vão além de ambientes coloridos x monocromáticos:

– Confiança x Controle

Como postei essa semana, pessoas são o maior patrimônio de uma empresa e a compreensão disto já é algo real em diversas organizações. O simples controle hierárquico onde a confiança é fruto de processos e números/resultados, tem um elemento adicionado, afinidade. Se identificar com o outro, se inspirar e a real sensação de “fazer parte” são questões cada vez mais desejadas quando falamos de atuação profissional com alta performance.

Quando as relações passam a ser desenvolvidas dessa forma, o controle é menos necessário, passando a surgir um sentimento de humanização dos processos.

– Manager x Maker

Esqueça o arquétipo do gerente que traz consigo o controle e as métricas de comunicação entre o proletariado e os altos escalões. Esta perde sua razão de ser quando um ambiente é construido com uma liderança que é natural – mesmo exigindo ainda um certo nível hierarquico – que sai da “autoridade” para um “maker”, um construtor, realizador que é um dos requisitos principais nas organizações modernas

– Força De Trabalho x Força de Apaixonados Pelo Que Fazem

Estamos no século XXI. Apesar de óbvio, a velha máxima de que “eu não preciso gostar do chefe, dos colegas ou do trabalho, preciso é fazer o que está na descrição do meu cargo, para ganhar o salário a cada mês”, está ultrapassada e o que encontramos aqui é a maioria de profissionais apaixonados pelo que fazem e buscam isso com o máximo de esforço possível.

– Proximidade Física x Proximidade de Prioridades

Onde você está? Onde sua atenção está? São perguntas que podem definir uma mudança gigante nas organizações modernas. Não mais sobre localização geográfica, mas sim sobre capacidade de realizar, ferramentas e ambientes ideias. Pouco importa onde se está fisicamente, mas em que momento esse alguém está de entregar o trabalho.

– A Experiência do Cliente x O Cliente Tem Sempre Razão

Essa é peça chave: experiência. Oferecer experiência é uma obsessão das organizações modernas. O poder da gestão de uma marca na capacidade de encantar clientes nas diversas formas e instâncias ao invés de simplesmente dizer que o “cliente tem sempre razão”.

– Inovação Produzida x Inovação Adquirida

Aqui temos uma polêmica! Entenda que o consumidor é dinâmico e como afirmo:

O Cliente deixou de ser nossa pauta de reunião e passou a sentar-se conosco na mesa de reunião compartilhando seus desejos, necessidades e particularidades.

Sendo assim, a necessidade de inovar é uma constante em nossas organizações, mas o que você precisa entender de uma vez por todas é que a inovação não é algo que se terceiriza ou se adquiri comprando empresas no mercado. Você estará resolvendo a curto prazo ou quando quer entrar rapidamente em mercados de nicho, mas definitivamente não será capaz de sustentar o sucesso em um mundo onde todos (profissionais e clientes), buscam confiança nas relações, capacidade real de criação, e priorizam as experiências de encantamento.


Esses pontos são apenas aspectos que julgo importante e que a experiência em diversos ambientes de trabalho podem oferecer. Agora passo a bola para você. Entenda que o que define e caracteriza empresas e organizações de sucesso no mercado atual são seus valores e em principal, as pessoas. A qualidade das suas relações é o que possibilita o crescimento. Entenda isso e vença, não apenas pintando paredes.

Clique aqui para comentar ( )