Design

“Molas de Roupa”: Uma tipografia doméstica

A criação tipográfica é das mais antigas especialidades em design gráfico, indispensáveis e importante por ser responsável pela transmissão do conteúdo através das palavras, forma, estilo e expressão. A tipografia é indiscutivelmente uma das mais históricas disciplinas, no contexto do design, o seu surgimento data de muito antes da revolução industrial.

A tipografia é essencialmente focada para legibilidade, estética, mas também como forma de expressar o nosso contexto histórico, geográfico, cultural e social.

“Por muito tempo o trabalho com a tipografia, como actividade projectual e industrial gráfica, era limitado aos tipógrafos (técnicos ou designers especializados). O design de tipos, no entanto, actividade altamente especializada que requeria o conhecimento das técnicas de gravar punções para fazer as matrizes usadas para fabricar tipos, foi desenvolvida desde o início por especialistas, os gravadores de tipo ou puncionistas, verdadeiros designers de tipo antes que a denominação entrasse no vocabulário profissional. Foram designers de tipo e puncionistas Claude Garamond e Giambattista Bodoni, criando fontes clássicas que até hoje são apreciadas.” (Wikpedia)

Hoje a criação tipográfica, e a profissão do designer, não está centrada apenas ao impresso, mas também digital. Esse facto abre espaço para que, através de softeware’s aliadas a criatividade sejam compostas diferentes formas de tipografia, inspiradas em pessoas, situações, objectos, músicas, entre outros.

Hoje a criação tipográfica, e a profissão do designer, não está centrada apenas ao impresso, mas também digital. Esse facto abre espaço para que, através de softeware’s aliadas a criatividade sejam compostas diferentes formas de tipografia, inspiradas em pessoas, situações, objectos, músicas, entre outros.

 

Molas de roupa: uma tipografia doméstica

As molas de roupa, ou prendedor de roupa são instrumentos comumente usados para prender roupa em um estendal. Foi inventado pela comunidade Shaker em 1700, uma comunidade religiosa. Em alguns (poucos) países é comemorado o dia do instrumento a 6 de Maio.

Hoje, mesmo não parecendo é um dos objectos mais usados no contexto doméstico, e, em sua homenagem foi desenhado uma tipografia “molas de roupa”, como uma forma de valorização através do design tipográfico da utilidade deste instrumento nos lares. A fonte tipográ?ca “Molas de roupa” é baseada nas molas usadas comumente para estender roupas ao sol ou a sombra. A fonte foi criada baseada num elemento importante em quase todas casas e também como forma de valorização de um objecto aparentemente pouco importante. Em Moçambique e em outras partes do mundo é quase que uma tradição estender roupa usando molas (ou prendedor), e esta fonte transforma-se numa forma de valorização cultural deste objecto de uso doméstico.

 

Clique aqui para comentar ( )