Inspirações

#MyGameMyName: campanha contra o assédio sofrido pelas mulheres nos games

Olá Pessoal!

Sabe aquela coisa ruim que você sabe que é ruim, mas convive com ela ou mesmo “dá um jeitinho” de fingir que ela não está ali? Você sabe que acontece, e gritar ou sair correndo, a seu ver não são suficientes. Então, você coloca uma máscara e finge que está tudo bem. Segue a vida. Ignora o mal, pois ele não te reconhece quando você usa a máscara.

Não faço ideia do que veio a sua mente. O retrato acima é a realidade de muitas mulheres e meninas. Principalmente na realidade virtual dos games. De acordo com o Game Consumer Insights, da Newzoo, as mulheres representam 46% do público que joga video-game no mundo e mesmo assim não podem assumir isso, por conta do assédio sexual, moral e o preconceito que sofrem no mundo virtual. Para se protegerem, muitas mulheres usam nicks e avatares masculinos para esconder sua verdadeira identidade.

Pensando nisso, a ong Wonder Women Tech (WWT),  lançou uma campanha, com foco na hostilidade do mundo dos games em relação as mulheres. O lema é #MyGameMyName – tradução livre como Meu Jogo Meu Nome. A intenção do movimento é mudar essa realidade. No instagram, apresentam a seguinte biografia: “Lutando pelo fim do assédio contra mulheres nos games online.

Para a realização da campanha, a WWT, conta com apoio de influenciadores e youtubers do mundo todo, entre eles estão Cavaco, Daniel Marcon, Davy Jones, Fe Batista, Mudinho e Patriota. A ideia proposta foi a inversão de papéis: eles jogando com nicks e avatares femininos. Após vivenciarem na pele a situação, eles relataram sua experiências em vídeo. E o resultado foi chocante. Confere:

Esse não é um problema novo e muito menos isolado apenas ao mundo virtual, no entanto um passo muito importante foi dado para esse longo caminho de conscientização. A pior parte é não poder fazer o que gosta ou mesmo ter de usar máscaras, só por serem mulheres. Como disse Gabriela, uma jogadora: “É importante não desistir!”

 

Conheça mais:

Site Oficial da Campanha #MyGameMyName

Instagram

Twitter

Clique aqui para comentar ( )