Publi e MKT

Networking de Sucesso

Todos buscamos sucesso na carreira que escolhemos seguir, e dentre tantos fatores o networking entra como uma estratégia eficiente para se chegar nesse objetivo. O networking é uma palavra de origem inglesa que configura a capacidade de estabelecer uma rede de contatos ou uma conexão, é utilizado no seguimento empresarial para designar a formação de uma rede de contados profissionais, dentro da sua área de atuação e correlacionadas a esse segmento.

Em certos casos, o primeiro local para iniciar a formação dessa rede de contatos, se encontra na família, muitas vezes você está seguindo uma carreira por influência de um membro da família, já para outros o meio acadêmico, junto a colegas e professores será a primeira oportunidade de firmar contatos para vida toda. Em um segundo momento no estágio, na empresa onde trabalha, com parceiros comerciais ou fornecedores, possibilitará a expansão dessa rede.

Segundo Battista Mondin, o homem é um ser sociável, pois tem a “propensão para viver junto com os outros e comunicar-se com eles, torná-los participantes das próprias experiências e dos próprios desejos, conviver com eles as mesmas emoções e os mesmos bens”. Para quem tem dificuldade de se relacionar, o networking é um ótimo exercício nesse sentido.

Desenvolver um networking eficiente ao seu favor requer atitude, de promover a contínua manutenção de seus contatos ativos e sempre está alimentando com novos. Para ampliação do networking o profissional deve frequentar feiras, congressos, workshops, cursos, encontros informais até a participação em projetos sociais vinculado a sua área profissional, objetivando a qualidade não a quantidade dos contatos, e estabelecendo uma rede eclética, que englobe outras áreas.

O networking não deve ser visto como uma pratica egoísta, em querer se aproveitar de uma pessoa para o seu próprio bem. Mas uma estratégia de correlação, que se consolida por meio da ajuda mútua, com associações e troca de informações, que se completam e formam parcerias. Vale ressaltar que ambas as partes devem estar interessadas nessa troca, caso contrário encontre outro interessado em estabelecer um networking de sucesso.

Nesse vídeo para Exame.com, José Augusto Minarelli, diretor-presidente da Lens & Minarelli, fala sobre quatro tipos de pessoas que você deve ter em sua rede de contatos e como podem ser divididos em dois grupos: pessoas-fim e pessoas-meio.

Clique aqui para comentar ( )