Cinema e Séries

Trainspotting 2 – Somos todos turistas da nossa própria juventude.

Baseado no best seller de Irvine Welsh, Trainspotting (1996) foi um retrato bastante preciso dos anos 90 e marcou uma geração inteira. Suas boas atuações, a trilha sonora impecável e a direção de Danny Boyle, que em seu segundo trabalho já demonstrava total controle de sua própria criatividade, continuam atraindo novos fãs até hoje.

Renton e Sick Boy: amigos se reencontram 20 anos depois.

Indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, o filme conta as desventuras dos jovens vividos por Ewan Mcgregor (Renton), Jonny Lee Miller (Sick Boy), Ewen Bremner (Spud) e Robert Carlyle (Begbie), que tentavam encontrar os seus caminhos em meio ao desemprego e o vício em drogas. Mas o final melancólico deixa uma pergunta no ar: o que será que aconteceu com eles? É exatamente isso que Trainspotting 2 tenta responder 20 anos depois.

Trainspotting 2 responde as perguntas que os fãs se fizeram ao fim do primeiro filme.

As primeiras cenas mostram como nossos personagens estão atualmente: Spud frequenta uma espécie de Narcóticos Anônimos. Sick Boy vive de golpes com a sua namorada Veronika. Begbie está preso, tramando a sua fuga e Renton está voltando para Glasgow depois de viver esses 20 anos como um contador de uma pequena empresa em Amsterdã.

Turistas da própria juventude, amigos revisitam o passado.

Muito mais maduros, diretor e elenco estão em grande forma e conseguem traduzir em imagens dessas novas rotinas todo o desamparo e sentimento de desperdício de vida que os personagens carregam. A trama se desenrola em direção a um reencontro cheio de rancor e mágoa, enquanto a bela Veronika, vivida por Anjela Nedyalkova, atua como pivô na reconciliação entre os amigos.

Danny Boyle, Ewan McGregor e Ewen Bremner: maturidade e paixão pela obra.

A trilha sonora continua empolgante e incrivelmente acertada, indo do eletrônico atual ao rock inglês antigo. A edição é outro quesito que merece ser comentado. Mesclando imagens do primeiro filme com cenas da história atual, o ritmo intenso da montagem também evidencia a inquietude e o saudosismo dos personagens.

Trilha sonora segue como um dos pontos altos do filme.

Trainspotting 2 é um ótimo filme, muito bem realizado e conta com uma equipe verdadeiramente apaixonada pela obra. Uma dica: vale a pena conferir o primeiro de novo antes de encarar esse segundo para refrescar a memória e identificar as rimas visuais e demais referências à obra original. Choose life.

Confira o trailer abaixo:

Clique aqui para comentar ( )