Fotolia

Campanha “sangrenta” da Netflix vira polêmica

Como todos nós sabemos, a Netflix é muito forte em suas mídias sociais e suas divulgações. São bastante criativos e impactantes quando chamam o público para si e, por isso, é sucesso no mundo inteiro. Basta entrar no Facebook e você vê seus amigos assistindo alguma série.

Mas desta vez, a Netflix gerou polêmica por conta de uma ousada e “sangrenta” campanha. Para promover “Santa Clarita Diet”, a empresa investiu em várias peças chocantes que fazem menção ao canibalismo, tema da nova série de comédia. Entre os materiais de divulgação, tem um vídeo da personagem principal interpretada por Drew Barrymore comendo carne “humana”, cartazes e outdoors com comidas típicas de vários países em versões “canibais” e, aqui no Brasil, tem até um vídeo com o Fábio Júnior cantando “Alma Gêmea” que mostra trechos da série.

O resultado não foi como o esperado na Alemanha…

Não dá para acertar todas em todos os lugares, não é mesmo? Desta vez, a Netflix foi alvo de críticas pesadas ao seu material de divulgação. Na Alemanha, a empresa apostou em billboards, próximos a food trucks, com imagens de uma comida tradicional nos fast foods do país, o currywurst. Só que ao invés da tradicional salsicha, havia um dedo temperado e cortado em pedaços.

Apesar da enorme criatividade e dos anúncios, um porta-voz da Netflix confirmou à imprensa alemã que várias pessoas haviam se sentido desconfortáveis com os anúncios, definidos como “nojentos” e “perturbadores” por quem passava perto deles e, por isso, decidiram retira-los no país.

A Série

“Santa Clarita Diet” conta a história de Sheila (Drew Barrymore) e Joel (Timothy Olyphant), um casal de corretores de imóveis, que possuem uma filha adolescente, Abby (Liv Hewnson). A vida desta família muda completamente após uma mudança radical no comportamento de Sheila, que começa a sentir desejo em comer carne humana. A série teve início no dia 3 de fevereiro.

Confira esta galeria com imagens da divulgação

Este slideshow necessita de JavaScript.

Clique aqui para comentar ( )