Cinema e Séries

A jornada do herói

www.shutterstock.com

Ouvimos, lemos e assistimos histórias por toda nossa vida, seja na infância quando ouvimos histórias da Dona Carochinha, na adolescência quando lemos os livros do Tolkien ou quando somos adultos e assistimos os filmes do Tarantino. Muitas dessas obras possuem algo em comum e por muitas vez nem percebemos, o conceito da Jornada do Herói.

Esse conceito foi estudado pelo antropólogo Joseph Campbell, que nos mostra em um dos seus livros “O herói de mil faces” que ele vem sendo utilizado desde os primórdios da humanidade, passando por mitologias, religiões, contos e recentemente no cinema.

Mas afinal, o que é esse conceito?

A jornada do heróis consiste de 12 passos, sendo eles:

 

  1. Mundo comum: O herói é apresentado no seu dia a dia.

 

  1. Chamado à aventura: A rotina do herói é quebrada por algo inesperado.

 

  1. Recusa ao chamado: O herói prefere não responder ao chamado.

 

  1. Encontro com o mentor: Pode ser tanto com alguém que o aconselhe ou com alguém que o force a tomar uma decisão.

 

  1. Travessia do limiar: O herói decide ingressar em um novo mundo, mesmo que seja por algo que o obrigue e que ele não tenha feito essa opção.  

 

  1. Testes, aliados e inimigos: A maior parte da história se passa aqui, o herói passa por provações, conta com aliados e tem que enfrentar inimigos.

 

  1. Aproximação do objetivo: O herói se aproxima do objetivo, mas o nível de tensão aumenta.

 

  1. Provação máxima: O herói chega ao auge da crise.

 

  1. Conquista da recompensa: Passada a provação máxima, o herói conquista a recompensa.  

 

  1. Caminho de volta: O herói retorna à vida anterior, após conseguir o objetivo. É a parte mais curta da história e muitas vezes nem é usada.

 

  1. Depuração: O herói pode ter de resolver uma trama secundária não resolvida anteriormente.

 

  1. Retorno transformado: É a finalização da história. O herói volta ao seu mundo, mas transformado.  

 

Já consumiu alguma história que tenha esses passos ou a maioria deles?

Obras como o “Harry Potter“, “Homem-Aranha” e “Star Wars” possuem em sua essência esse conceito da Jornada do Herói, criadores de histórias de aventura como George Lucas e Steven Spielberg utilizam muito desse recurso para os seus filmes.

Steven Spielberg, George Lucas e Harrison Ford nas gravações de Indiana Jones  (Foto: www.cinepremiere.com.mx)

Mas qual o motivo desse conceito ser tão utilizado?

A Jornada do Herói faz um paralelo com as nossas próprias vidas, é um conceito que fala muito sobre evolução e de como é a nossa trajetória em busca do amadurecimento e de como devemos enfrentar os nossos medos.

É exatamente por esse motivo que os profissionais de propaganda e design estão cada vez mais usufruindo desses passos em suas criações, para causar um maior engajamento com o seu público.

A fabricante de brinquedos Lego é um bom exemplo disso, eles aproveitam para contar histórias através dos seus produtos e fazem ações transmídia para atingir o maior número de pessoas possíveis.

Blocos de montar Lego  (Foto: www.shutterstock.com)

Hoje em dia queremos muito mais do que consumir um produto ou serviço, na verdade queremos algo que converse com a gente, que a marca nos ofereça a melhor experiência possível, sendo assim esse conceito da Jornada do Herói é um forte alinhado criativo para que conseguimos chegar nesse objetivo.

Clique aqui para comentar ( )