Design

ASUS anuncia troca de CEO e linha Zenfone pode ser descontinuada

A ASUS deve começar a repensar sua estratégia no segmento de smartphones a partir de 2019. No final da semana passada, a companhia informou que o atual CEO, Jerry Shen, deixará a empresa depois de 25 anos de contribuição. A saída será em janeiro.

Além da saída de Shen, a ASUS também deve começar a focar no desenvolvimento de smartphones para o público gamer e usuários mais pesados. Ou seja, o foco deve ser em flagships e intermediários de maior potência. É possível que a linha Zenfone seja descontinuada, mas a nova estratégia não foi detalhada.

É de se esperar, porém, que ao menos a linha Zenfone 6 ainda chegue ao mercado, uma vez que o desenvolvimento desta já está em andamento há bastante tempo, e possivelmente na reta final. Depois, o futuro fica incerto, até que a empresa esclareça melhor seus planos.

É bom notar que não ficou claro o fim da linha Zenfone, apenas uma mudança na estratégia para focar em usuários mais exigentes. Podemos entender que a linha Selfie/Lite está com os dias contados. E também dá para pensar que a linha ROG ganhará mais destaque.

Zenfone 5 Selfie Vermelho / Foto de Felipe Junqueira

De acordo com a própria ASUS, o setor mobile resultou em um prejuízo de US$ 195 milhões, gastos para cobrir “perda de estoques, royalties, custos de produção e despesas de ajuste organizacional”. Mas é bom lembrar que a empresa tem lucro em outras áreas, e a mudança de estratégia pode ser unicamente para reduzir o tamanho do prejuízo.

Novo comando

Com a saída de Shen, a ASUS terá dois executivos dividindo o posto mais alto na empresa. SY Hsu, atual chefe de negócios para PCs, e Samsung Hu, chefe de atendimento ao consumidor global, ficarão encarregados de comandar a companhia a partir de janeiro de 2019.

Clique aqui para comentar ( )