Design

Create Cures: Seis designers chineses criam produtos para proteção contra o COVID-19

O Design é um processo que busca soluções criativas e inovadoras para atender as necessidades reais de clientes e empresas projetando produtos e serviços. Sabendo disso, seis designers criaram o projeto chamado “Create Cures” (Criando Curas, em tradução livre), uma coleção de produtos conceituais que visam incentivar a higienização para tentar diminuir os efeitos do surto do COVID-19. “Nós acreditamos que o coronavírus acabará em breve. No entanto, como humanos, nós temos que enfrentar mais possíveis desafios de saúde pública no futuro. Como designers, precisamos redefinir o que o design é, e o que podemos oferecer”, disse Frank Chou, que criou a série de produtos.

“Será um projeto sem fins lucrativos de longo prazo. É apenas um começo, esperamos que mais designers e pessoas da indústria criativa, mídia e outras organizações possam se juntar a nós, para criar para o mundo real”. (Frank Chou)

Confira as principais soluções propostas pelo projeto:

Lâmpada esterilizadora – Frank Chou

A Lâmpada esterilizadora é um objeto projetado para ficar na porta da residência. Seu objetivo é esterilizar nossos objetos do dia a dia como celulares, chaves de carro e carteira utilizando a radiação ultravioleta (UV). Para usar a lâmpada é muito fácil: basta colocar seus objetos dentro da redoma, apertá-la para ativar a radiação que em 60 segundos, teria ação bactericida sobre os objetos.

Cápsula de Segurança – Benwu Studio

Este projeto é um pouco parecido com o anterior porém mais ousado. Se trata de uma “cápsula de segurança” que seria montada pelo próprio usuário com materiais fáceis de serem encontrados em lojas locais, como canos de PVC, fita adesiva, folhas de plástico e um mini ventilador com filtro. O objetivo é criar um sistema de circulação de ar limpo dentro da cápsula com uma esterilização extra com radiação ultravioleta.

Maskerchief – Chen Min

A Maskerchief é um guardanapo que, quando dobrado, se transforma em uma máscara com seis camadas de gaze de algodão. Este é um projeto do estúdio Chen Min que afirma que seu objetivo é oferecer uma alternativa à máscara de algodão, já que, segundo ao estúdio, foram amplamente divulgadas mesmo sem a comprovação de que melhoram a saúde.

“Be a Ba Man” (Seja um Homem-Morcego, em tradução livre) – Sun Dayong

O “Be a Ba Man” é literalmente um “escudo anti-coronavírus”. Projetado pelo arquiteto chinês Sun Dayong, o escudo tem o poder de esterilizar o corpo humano contra o vírus com a ajuda de luzes ultravioleta. Ele é fabricado com estacas de fibras de carbono e pode ser usado como uma mochila gigante. O irônico é que o objeto faz referência ao morcego que, segundo suspeitas, é uma das fontes de transmissão do novo coronavírus.

Máscaras de Fivela – Above studio

A grande inovação desta máscara com filtro criada pelos designers Lu Xu e Zihan Zhang, do estúdio Above, é que dependendo da quantidade de poeira e bactérias absorvidas pelo filtro, a máscara mudaria de cor. Quando o filtro ficar da cor preta, significa que está na hora de ser substituído.

Sabonete de mão que muda de cor – Pino Wang e Frank Chou

Se você tem dificuldade em saber quanto tempo é necessário para lavar as mãos, este sabonete é perfeito para você. Após lavar as mãos por 30 segundos com este sabonete, o produto muda de rosa para roxo e finalmente para azul, indicando que suas mãos já estão higienizadas. 

Bônus: Máscara para reconhecimento facial – por Danielle Baskin

Este projeto não faz parte do projeto “Criando Curas” mas vale a pena ser destacado. Quem utiliza reconhecimento facial por tablets e smartphones pode encontrar um problema ao usar máscaras.  Pensando nisso, a artista de São Francisco (EUA), Danielle Baskin, inovou ao desenvolver uma máscara de proteção produzida a partir de impressão 3D, que imita o rosto do usuário.

Eaí? Qual foi o projeto que você mais gostou? Deixe seu comentário! Até a próxima!

Fontes: Dezeen e Casa Vogue

Clique aqui para comentar ( )