Design

Definindo o caráter em projetos de interiores

O projeto de interiores é um reflexo dos desejos e personalidade de seus usuários transmitindo seus gostos e preferências através das cores, objetos de decoração, mobiliário e outros elementos. Isso se demonstra mais claramente na ambientação de interiores residencial, já que o projeto de interiores de um espaço comercial, em muitos casos tendem a ser uma extensão do conceito da marca, criando por meio da decoração um espaço que atenda seu público alvo.

Nas palavras de Gibbs (2015, p. 39) “Ao ambientar uma casa ou abrir uma empresa, a maioria das pessoas está comunicando algo sobre si; seu entorno contém uma mensagem”. Os designers de interiores e arquitetos buscam criar espaços, funcionais para que seus futuros usuários utilizem sem dificuldades, mas acima disso dar significado a esses espaços, a ponto de se sentirem pertencentes ao local.

Segundo o dicionário priberam caráter é uma propriedade, marca, impressão. Essas características estão presentes na essência dos elementos presentes no espaço como: peças de decoração, mobiliário, iluminação, materiais, texturas, estampas, por exemplo. Que ajudam a definir o caráter de um ambiente e a formar a atmosfera dos projetos de interiores.

Os resultados sempre estão baseados na proposta do cliente e na criatividade para trazer ao espaço a personalidade de seus usuários, segue algumas propostas para definir o caráter do ambiente:

Formal
O ambiente com caráter formal apresenta na sua composição elementos em cores neutras, disposição do mobiliário seguindo o equilíbrio simétrico, linhas retas e no sentido horizontal, materiais com acabamentos nobres e com texturas clássicas como a madeira, apresentando uma iluminação mais direcionada e elaborada.

Foto/ Divulgação: construindodecor.com.br

Informal
O caráter informal se destaca por expressar uma flexibilidade compositiva dos espaços, utilizando o equilíbrio assimétrico, linhas inclinadas, cores claras e com acabamentos e texturas mais rústicas, com iluminação indireta ou semi-direta.

Foto/ Divulgação: http://www.clickinteriores.com.br

Sofisticado
O ambiente com caráter sofisticado apresenta na sua composição elementos com cores neutras e tons frios (derivados da cor azul), disposição do mobiliário seguindo o equilíbrio simétrico ou assimétrico, linhas retas e curvas, materiais com acabamentos brilhantes e lisas e com texturas nobres como vidro, cristal, mármore, apresentando uma iluminação dimerizada e sistema de automação.

Foto/ Divulgação: http://casa.abril.com.br

Exótico
O caráter exótico apresenta na sua composição elementos possuindo cores em tons terrosos ou tendendo aos tons quentes (derivados das cores amarela e vermelha), com disposição do mobiliário seguindo o equilíbrio simétrico ou assimétrico, linhas curvas ou inclinadas, matérias com texturas fosca, sem brilho.

Foto/ Divulgação: http://casavogue.globo.com

Masculino
O ambiente com caráter masculino apresenta na sua composição elementos predominante nas cores em tons frios (derivados da cor azul), disposição do mobiliário seguindo o equilíbrio assimétrico, linhas retas, materiais com acabamentos e com texturas lisas, com iluminação indireta.

Foto/ Divulgação: http://www.euamodecoracao.com

Feminino
O ambiente com caráter feminino apresenta na sua composição elementos com cores em tons quentes (derivados das cores amarela e vermelha), disposição do mobiliário seguindo o equilíbrio simétrico, linhas curvas, materiais com acabamentos e com texturas rugosas, com iluminação direta ou semi-direta.

Foto/ Divulgação: http://casavogue.globo.com

Referência: GIBBS, Jenny. Design de interiores: guia útil para estudantes e profissionais. São Paulo: Gustavo Gili, 2015.

Clique aqui para comentar ( )