Design

Design Sustentável: Recipiente para batatas fritas feito com a pele das batatas

A humanidade enfrente um de seus maiores desafios da história: reduzir o desperdício de alimentos que geramos e consequentemente evitar a degradação do meio ambiente. Nesta vertente, há diversos projetos voltados para estas questões, buscando soluções para tornar as marcas cada vez mais sustentáveis.

Os designers italianos Pietro Gaeli, Paolo Gentile e Simone Caronni criaram um processo que transforma as peles das batatas em recipientes para chips que são 100% biodegradáveis. O sistema é chamado de “Peel Saver”.

Com isso, ao descascar as batatas para fritá-las, todo o desperdício causado é “reutilizado” para dar forma ao próprio recipiente no qual elas serão servidas. Para confecção, eles usufruem as peles destes legumes que são compostos de fibras e amidos. Depois de serem lavados, amassados e passarem pela secagem natural, as peles se juntam e endurecem, permitindo criar o design de um cone.

Muitas pessoas pensam que o design é voltado apenas à artes digitais. Mas ele vai muito além disso. Design é solução. Neste caso, a embalagem é totalmente biodegradável e pode, inclusive, ser transformada em ração para animais ou fertilizante para plantas após o seu uso. Assim, foi encontrada uma solução para os pratinhos de batata frita que, além de terem pouco tempo de utilidade, poluíam o meio ambiente ao serem descartados de forma errada nos lixos das cidades.

Cabe a nós, designers, fazer bom uso da nossa profissão e dos nossos conhecimentos para continuar trazendo soluções para o mundo em que vivemos. Senão, nunca será quebrado o paradigma de que designers só servem para mexer no Photoshop. Agora pegou, hein!

 

Clique aqui para comentar ( )