Design

Dica de Leitura: “A cor como material e recurso visual” de Peter Boerboom e Tim Proetel

Olá, criativos! Recentemente, recebi pela Editora GG o livro “A cor como material e recurso visual” do Peter Boerboom e Tim Proetel, um livro essencial para todos que trabalham com cores.

Todo profissional precisa compreender suas ferramentas e seus materiais para que consiga realizar o seu trabalho com excelência, não é verdade? Caso contrário, imagine o estrago que um engenheiro poderia causar se não conhecesse as propriedades dos materiais construtivos. Imagine a complicação que um médico provocaria se, diante de um paciente, não soubesse a função de cada instrumento de metal que a enfermeira está segurando para ele utilizar.

Da mesma forma, a Psicologia das Cores é muito importante para todos os profissionais que trabalham com artes visuais (como vídeos, pinturas e fotografias) ou até com identidades visuais. A Psicologia das Cores estuda a influência de cada cor no comportamento do consumidor por meio das sensações que ela desperta. 

Sobre o conteúdo do livro

Me atrevo a chamar este livro de coletânea pois nesta obra você vai encontrar diferentes conteúdos sobre cores. Em 192 páginas bem coloridas, Peter Boerboom e Tim Proetel ensinam de maneira prática como aplicar, organizar, misturar e sinalizar com as cores, além de levantar questões pertinentes como a definição das cores primárias. 

As imagens que compõem o livro foram criadas a partir de técnicas utilizando a aquarela. E apesar de ser um livro focado em desenho e pintura, seu conteúdo é muito relevante para todos criativos de diferentes áreas.  Você irá aprender sobre os significados das cores em seus diferentes tons e também a como construir uma sensação de espacialidade utilizando 1 ou mais cores.

Os autores relembram que os significados das cores variam não apenas de acordo com cada cultura, mas também ao longo do tempo. No século XIX, praticamente todas as pinturas contavam com a cor azul. Contudo, na Idade Média, o céu passou a ser interpretado em dourado. 

Você pode usar este livro como inspiração também. Em suas páginas, são expostas diversas imagens bem criativas que brincam com a composição de cores diferentes ou com tons diferentes. Em sua maioria são imagens vazadas que nos inspiram e apresentam noções de padrões, formas, efeitos e texturas, técnicas que você pode utilizar em infinitos jobs.

Sobre os autores

Se você pesquisar mais sobre os outros livros de Peter Boerboom e Tim Proetel publicados pela Editora GG, irá perceber que sempre eles publicam juntos. E isso não é por acaso. Tim e Peter são amigos de longa data e já trabalharam juntos em diversos projetos. Além disso, os dois são formados em Arte pela Akedemie der Bildenden de Munique, na Alemanha, lugar onde tiveram aulas com o professor Sauerbruch entre 1991 e 1998. Este livro é o mais recente resultado dos desenhos, das discussões e da parceria entre esses dois amigos.
Tim Proetel ministra palestras sobre arte no Staatsinstitut für Schulqualität und Bildungsforschung (ISB) em Munique e dá aulas de arte e teatro no Gymnasium Ottombrunn. Já o Peter Boerboom é graduado em Design de Comunicação pela Fachhochschule für Gestaltung, em Munique. Ele é um dos membros fundadores do grupo de artistas do Departament für öffentliche Erscheinungen e, junto com Carola Vogt, desenvolve outros projetos de arte e fotografia.
Além do livro “A cor como material e recurso visual”, os autores já publicaram diversos outros livros como “Desenhar o movimento, “Desenhar a luz”, “Desenhar a figura humana” e “Desenhar o espaço”.

Para adquirir o livro, clique aqui! Confira abaixo o vídeo do livro “A cor como material e recurso visual”:

Clique aqui para comentar ( )