Design

Dispositivo identifica se o lixo pode ser reciclável

Vocês já devem ter reparado que eu amo falar sobre sustentabilidade, design social, reciclagem… enfim, tudo que está relacionado com o meio ambiente e com as necessidades reais dos cidadãos. Porém, mesmo sendo assuntos em alta, nem sempre sabemos como colocá-los em prática. Buscando melhorar esse entendimento, nesta semana conheci um dispositivo muito interessante, o R.I.D, que identifica automaticamente se o material de um determinado objeto é reciclável ou não.

Fonte: site Cohda

O Recycling Identification Device (traduzido de forma literal como “Dispositivo de Identificação de Reciclagem”) identifica o material através da tecnologia de espectrometria de infravermelho, absorvendo diferentes comprimentos de onda de luz.

‘“Estamos nos referindo a ele como uma ‘impressão digital’, para que, à medida que o banco de dados dessas identidades se desenvolva, os materiais sejam reconhecidos independentemente”, analisa Jack Hands, designer da Cohda.

Fonte: site Cohda

Como usar o R.I.D.?

Para utilizar o dispositivo é muito simples. Basta encostar o R.I.D. em um objeto e rapidamente ele identificará aquele material. Por exemplo, se alguém segurar o R.I.D. em um objeto de plástico, o dispositivo irá acender ou vibrar, indicando que o material é reciclável ou não. Como os materiais absorvem diferentes comprimentos de onda da luz, é possível identificá-los através da tecnologia.

Fonte: site Cohda
Fonte: site Cohda

Como o R.I.D será projetado?

A empresa afirma que o dispositivo foi projetado para reduzir o impacto ambiental no material, transporte e fim da vida útil. Portanto, ele poderá será desmontado e reciclado ao final da vida útil.

Fonte: site Cohda
Fonte: site Cohda

Este dispositivo não necessita de aplicativos ou conexão com a internet. E a equipe de designers tem a intenção de entregar os R.I.D. para a população juntamente com um cartão RFID atualizável, que permanecerá pendurado nas lixeiras com dados sobre o que é localmente reciclável. Todo o sistema é de baixo custo.

Fonte: site Cohda
Fonte: site Cohda

Infelizmente, este dispositivo ainda é apenas um conceito, mas a ideia é trabalhar com o governo para tirar esse projeto do papel. E, também, servir como incentivo para as pessoas pensarem sobre o grande problema ambiental que estamos enfrentando e para que apoiem questões mais sustentáveis no mundo.

“Nossa principal prioridade para o projeto, além de compartilhá-lo, é destacar uma questão atual e mostrar como assumir uma responsabilidade pessoal por nosso próprio lixo. É uma prioridade na mudança da mentalidade atual”, afirma um dos integrantes da equipe.

Fonte: site Cohda

Finalizando com a fala de Hands, “mesmo sabendo que o plástico é reaproveitável, não é o suficiente, os materiais que podem ser reciclados variam de região, de acordo com as capacidades dos centros de reciclagem locais”.

Se deseja visitar o site da Cohda e acompanhar de pertinho este projeto, clique aqui. Vamos torcer para que este projeto seja lançado logo e chegue aqui no Brasil! Até a próxima, galera!

Clique aqui para comentar ( )