Design

É possível criar sem desenhar no design gráfico?

“Você trabalha com design gráfico? Nossa, acho muito legal essa sua área, mas jamais conseguiria trabalhar nela pois sou um desastre com desenho!”

Você, designer gráfico ou criativo da área do design, muito provavelmente já ouviu algo do tipo, correto? Seja de colegas, amigos ou familiares. Muito comum ouvir de leigos que designers são “desenhistas”. Por pura inocência de não conhecerem as possibilidades do setor criativo.

Fato é que: muitos profissionais da área são bons desenhistas/ilustradores, uma coisa pode ter puxado outra. Isso ajuda na profissão? Claro, e muito! Porém, é completamente possível ser um profissional de alto-nível sem tanta afinidade com os desenhos quanto muitos profissionais por aí.

E outra: se você acredita em trabalho duro, saiba que ninguém já nasceu bom o suficiente para ser profissional. É preciso de muito estudo e treino pra se tornar um bom ilustrador/desenhista e se diferenciar com seu trabalho. Se você não “manja” nada de desenho, comece agora à ir atrás. Busque por livros, busque por inspirações, vá atrás de saber quem são os melhores nesse assunto, comece a praticar!

Porém, me limitando apenas à falar sobre a área de design gráfico, as oportunidades de trabalho são ilimitadas. Você pode trabalhar, por exemplo, com a criação e produção de animações para o meio digital, com criação de logotipos, marcas e embalagens, com o mercado editorial em jornais e revistas, criação de layouts para sites e blogs, criação de layouts de banners online, e-mail marketing ou posts para redes sociais, planejamento e desenvolvimento de anúncios, panfletos, cartazes e vinhetas para a TV.

Todos essas áreas te dão infinitas possibilidades de se trabalhar sem desenhar ou ilustrar. Porém, valorize o lápis e o papel: te garanto que é importantíssimo se iniciar qualquer trabalho no modo analógico. O papel em branco te dá infinitas possibilidades de se projetar coisas diferentes para um layout, te faz pensar em diferentes possibilidades além da tela, mesmo sem ser um bom desenhista e apelando para desenhos bobos ou simples. O importante são sempre as ideias que surgem a partir da iniciativa.

O mercado de trabalho em design gráfico é incrivelmente amplo e com certeza tem espaço pra não-desenhistas. Sou exemplo vivo disso! Exerço a profissão desde 2013 e nunca fui um bom ilustrador. (Apesar de carregar um projeto pessoal de lettering desde 2014, ilustração/desenho e lettering/caligrafia são coisas distintas ao meu ver, rs).

Tem interesse na área mas tem medo por não ser um bom desenhista? Vá em frente. Estudo e prática nunca falham!

Espero que tenha ajudado com o artigo de alguma forma e me coloco à disposição para te tirar qualquer dúvida sobre o mercado ou profissão! :)

Grande abraço,

Bruno Meira – @meiradg

Clique aqui para comentar ( )