“Eu me vejo em você”: FTD convida ex-alunos a escreverem carta para professores mais queridos e inspiradores da infância  

Querida Dona Ana”. “Querido professor Samu”. Assim começam as cartas de ex-alunos que se inspiraram nos professores mais queridos da infância e da adolescência para seguirem na mesma profissão de educadores. 

A campanha “Professor, eu me vejo em você” reúne depoimentos emocionantes e edificantes de ex-alunos a seus professores e mostra como a conexão criada em sala de aula pode seguir por toda a vida. A ação lançada pela FTD Educação, uma das maiores empresas de soluções educacionais do país, no Mês dos Professores, tem o objetivo de homenagear e valorizar os profissionais da educação. Em formato de minidocumentário, o filme mostra o professor de Literatura Samuel Veratti lendo a carta do ex-aluno e hoje professor de História Roger Vieira. No texto, Samuel se emociona com a demonstração de gratidão e admiração do ex-aluno.  

“Ao longo da minha vida tive o privilégio de ter vários professores talentosos e dedicados, mas nenhum é tão especial como você”, escreve o ex-aluno Roger. “Você sempre foi um guia de vida para mim. Lembro-me que estava sem esperanças para o meu futuro, mas você esteve presente sempre. Essa empatia e conexão fez com que eu ganhasse um porto seguro, um amigo, um novo pai. (…) Hoje eu sou professor de História graças a você”, destaca. 

Ao ler a carta do ex-aluno que também virou professor, Juliano di Siervo, Ana Maria Campanini, a Dona Ana de História, também se emociona. “Desde nosso primeiro encontro percebi que suas aulas eram muito mais do que apenas fatos e datas. São verdadeiras viagens no tempo. Eu não tinha noção de como suas aulas mudariam a minha visão de mundo”, escreve Juliano, que ensina Matemática. “A senhora me mostrou que a educação é um processo contínuo, que não se limita aos livros. Suas aulas instigaram a minha curiosidade e minha sede por conhecimento. (…) Eu sempre tive a vontade de ser professor, mas foi você, a professora Dona Ana, que fez com que eu tivesse a certeza disso. Seu legado não está apenas nas suas aulas, mas também em cada vida que você tocou e guiou ao longo do caminho”, completa. 

Depois da leitura da carta, professores e ex-alunos se encontram, se abraçam e se emocionam com o reencontro. O filme leva a assinatura “Professor, eu me vejo em você”. A gravação foi feita no teatro do Colégio Marista Arquidiocesano, em São Paulo, uma construção histórica de quase 90 anos, no bairro da Vila Mariana. 

Além do minidoc, a campanha se desdobra em vídeos menores, com recortes das conversas entre professores e seus ex-alunos, falando sobre a escolha da profissão e o significado do ato de ensinar. 

A campanha “Professor, eu me vejo em você” é voltada para a mídia digital, com veiculação nas redes sociais (YouTube, Instagram, Facebook, LinkedIn e TikTok). Quem quiser compartilhar sua história sobre professores que inspiram pode usar a hashtag #profmevejoemvc. O filme também terá exibição em salas de cinema de São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Salvador (BA), entre os dias 05 e 18 de outubro. “Reunimos histórias de pessoas que escolheram a profissão de educador porque, em algum momento, foram inspiradas por um professor. Por meio de cartas, acompanhamos relatos pessoais de como um professor aprendeu com o outro, admirando a sua empatia, sua dedicação e sua habilidade de tornar o dia a dia dos estudantes ainda melhor. O que o professor faz cria laços verdadeiros e ecoa na vida do aluno para sempre e é um legado que precisa ser valorizado por toda sociedade”, diz Clayton de Oliveira, gerente de Marketing da FTD Educação. 

Related posts

Conheça 15 ditados populares em outros idiomas do mundo

2 Whopper por “Vincent e cinco” reais: Burger King®? traz estrela de Todo Mundo Odeia o Chris em propaganda

iFood surpreende com publi silenciosa estrelada por Bia do BBB24 e react de Fernanda, a “Loba”, nas redes sociais