Design

Facebook agora se chama Meta: entenda a mudança de nome

Facebook anuncia que sua controladora agora se chama Meta

Mark Zuckerberg anunciou nesta quinta (28), o novo nome da companhia que está por trás da rede social. Agora, seu nome é Meta e a empresa se autodenomina como “uma empresa de tecnologia social”.

A rede social que todos conhecem vai continuar com o mesmo nome. O rebranding será apenas para a companhia, que além do Facebook, comanda o Instagram, WhatsApp e a Oculus.

O anúncio foi feito durante o evento Facebook Connect, pelo próprio Zuckerberg, que debate sobre a realidade aumentada e virtual dentro da empresa.

Facebook anuncia que sua controladora agora se chama Meta

O nome “Meta” já gerou diversos memes nas redes sociais. Mas a empresa afirma que escolheu este nome para fazer uma alusão ao metaverso, já que a companhia tem planos de apresentar no futuro, uma série de conceitos do metaverso incluindo recursos sociais, de jogos e para o ambiente de trabalho.

“Tenho pensado muito sobre a nossa identidade e como começaremos esse novo capítulo. O Facebook é um dos produtos mais usados na história no mundo. Hoje somos vistos como uma empresa de redes sociais. Mas em nosso DNA somos uma empresa que cria tecnologia para conectar pessoas. E o metaverso é a próxima fronteira, tal como as redes sociais eram quando começamos”, afirma Mark.

Facebook anuncia que sua controladora agora se chama Meta

Inovações: Realidade Virtual e Aumentada

A empresa pretende combinar a realidade aumentada com a virtual. Um grande exemplo é o Messenger. O app permitirá fazer chamadas em realidade virtual. Mark afirma, também, que pretende criar uma loja virtual na qual as pessoas poderão vender produtos virtuais, além de oferecer uma tela inicial no Oculus Quest onde irá permitir que as pessoas conversem e joguem em realidade virtual.

“Seus dispositivos não serão mais o ponto focal da atenção. Estamos começando a ver várias dessas tecnologias se unindo nos próximos cinco ou dez anos. Muito disso vai se tornar popular e vários de nós criaremos e habitaremos diariamente em mundos [virtuais] que são tão detalhados e convincentes como este”, disse Zuckerberg.

Novas estruturas

A Meta comunicou a imprensa que “o metaverso funcionará como uma combinação híbrida das experiências sociais atuais, às vezes expandido em três dimensões ou se projetando no mundo físico. Ele permitirá que você compartilhe experiências imersivas com outras pessoas mesmo quando vocês não puderem estar juntos, e fazer coisas que não poderiam fazer juntos no mundo físico.”

Não terá mudanças na estrutura corporativa e no compartilhamento de dados mas a forma que divulgarão seus resultados financeiros sofrerão mudanças. Agora serão separados entre os aplicativos e o “Reality Labs”, divisão responsável pelas iniciativas em realidade virtual e aumentada. Além disso, na bolsa, a empresa passará a utilizar a sigla MVRS a partir de 1 de dezembro. 

Mas cá entre nós, o que vocês acharam do nome? Deixem seus comentários!!

Clique aqui para comentar ( )