Design

Lazer na palma da mão: as vantagens da computação gráfica

A sociedade atual é marcada pelo progresso constante da tecnologia. Tal progresso trouxe consigo inúmeras vantagens e facilidades para a vida cotidiana. A realização de tarefas do dia a dia, tais como os pagamentos de contas e transferências bancárias, nunca foram feitas de forma tão prática e descomplicada.

A nova era tecnológica proporciona, além dessa praticidade nas tarefas obrigatórias do cotidiano, a maior novidade do século: entretenimento de qualidade ao alcance da mão. Sair de casa buscando lazer é moda do passado. Atualmente, tudo pode ser acessado de forma rápida e segura por telas de computadores e celulares.

Com as evoluções e mudanças constantes nos meios de entretenimento, ficou claro aos profissionais do design a obrigatoriedade de também evoluírem na área da computação gráfica, visando proporcionar realidade no contato virtual dos usuários a partir das telas em suas casas.

Há uma ampla rede de entretenimento de qualidade no mundo digital que busca proporcionar a mesma experiência do mundo físico. Para tal, as empresas lançam mão de um mundo virtual deslumbrante, cheio de cores, movimentos e animações. Uma das áreas que mais se beneficiam da computação gráfica é, sem dúvidas, as companhias de entretenimento digital.

Jogos já consagrados no mundo virtual, como The Sims, buscam constante melhora na realidade de seus traços da computação gráfica. Ainda no ramo, empresas de jogos de aposta utilizam o que há de novo para proporcionarem emoção, efeitos visuais e muito, muito glamour à experiência de loteria. É só experimentar jogos como BlackJack V.I.P. e Dr. Fortuno Blackjack para ver, na prática, o que a computação gráfica é capaz de fazer nos famosos jogos de blackjack.

A busca pela realidade nos traços da computação gráfica. (Fonte: Sims Fandon)

Efeitos da computação gráfica no entretenimento

Com o aumento da procura por formas de passatempo dentro do mundo virtual, o mundo fora das telas – ainda que seja muito vivido – se encontra com a necessidade de inovação para poder continuar na corrida mercante do segmento.

Como aponta a equipe Administradores.com, empresas físicas que não se adequarem à nova forma de comercio poderão deixar de existir num futuro próximo. Hoje, a vida acontece dentro da internet e ficar fora dela não é inteligente. Um fenômeno notável é que empresas dos mais variados gêneros, estão migrando do mundo corpóreo para o mundo do streamming, buscando a distribuição dos seus produtos de forma digital.

A computação gráfica está no auge da golden era?

Definitivamente, a resposta para essa pergunta é: não! A computação gráfica está em um nível capaz de proporcionar experiências muito vívidas com seus usuários. No entanto, essa tendência abre caminhos para muitas formas de comunicação entre os mundos, permitindo a abertura de novos espaços para novas criações e inovações no ramo.

Essa nova adaptação de mundo não demonstra indícios de satisfação. Em cada novo projeto, uma novidade nos gráficos dos jogos, filmes e softwaresé apresentada. Dessa maneira, fica explícita a busca cada vez maior por gerar intimidade e familiaridade entre os usuários e seus programas.

Considerações para o futuro

Levando em consideração a era da passagem do mundo real para o mundo virtual, a evolução da computação gráfica afeta diretamente o que está por vir. É possível cogitar a hipótese que, daqui a alguns anos, tudo seja encontrado a partir das telas e a necessidade do contato com o mundo físico seja mínima.

Será essa uma boa notícia? Ainda não podemos classificar entre boa ou má, o que podemos e devemos fazer nesse momento é aproveitar as suas facilidades atuais e torcer para que o futuro seja tão prático e seguro quanto se mostra o presente.

Clique aqui para comentar ( )