Design

Medalhas das Olimpíadas de Tóquio são produzidas com metais reciclados

Após uma promover uma competição para a criação competição das novas medalhas olímpicas, o projeto vencedor foi apresentado nesta semana. Idealizada pelo designer Junichi Kawanishi, as peças tem um forte apelo sustentável, pois são fabricadas a partir de metais reciclados. Nos últimos dois anos, o comitê organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio recolheu aparelhos eletrônicos descartados no Japão para extrair os metais utilizados na produção da medalha, que além de utiliza materiais 100% reciclados para  refletir as aspirações ambientais do evento.

As formas aplicadas no desenho das foram concebidas para se aparecerem como pedras brutas que foram polidas. Entre mais de 400 inscrições, as peças imaginadas por Junichi Kawanishi por transmitirem a noção de que “os atletas precisam lutar pela vitória diariamente”. Considerando o espírito internacional dos jogos, as medalhas também pretendem incorporar a diversidade e a ideia de o mundo se unir para o evento épico esportivo.

Na parte frontal da medalha apresenta a imagem de”Niké” – a deusa grega da vitória entendida orgulhosamente na frente do estádio panathinaikos em Atenas, em referência à história grega dos jogos. No reverso, a medalha é gravada com “tokyo 2020” e, logicamente, os cinco anéis olímpicos, que se tornaram simbólicos do evento.

As 5.000 medalhas de ouro, prata e bronze foram todas produzidas usando 100% dos metais coletados de dispositivos eletrônicos descartados. A iniciativa pretende fazer das medalhas da Tóquio 2020 um símbolo da busca por uma sociedade mais sustentável, ao mesmo tempo em que celebra as grandes conquistas esportivas dos Jogos Olímpicos de 2020.

Clique aqui para comentar ( )