Cinema e Séries

Minha Mãe é uma Peça 3 – o modelo de humor que funciona

O ano ainda não acabou, corre que dá tempo de ir assistir a estreia nacional de 2019 com a Primepass.

Dona Hermínia (Paulo Gustavo), passa por uma nova surpresa em relação aos seus filhos. Marcelina (Mariana Xavier), está grávida e Juliano (Rodrigo Pandolfo), vai casar. Esses eventos acabam deixando essa supermãe mais ansiosa do que nunca. E como de costume, passando por confusões com Carlos Alberto (Herson Capri), seu ex-marido, que esteve sempre por perto, agora resolve se mudar para o apartamento ao lado.

Em “Minha Mãe é uma Peça 3”, Paulo Gustavo, prova que ainda tem histórias para contar, baseada em suas aventuras com sua mãe, a musa inspiradora da trilogia. Mesmo com os filhos crescidos e com seu início de independência, as mudanças nas vidas de Juliano e Marcelina, fazem com que Dona Hermínia ainda mantenha a essência da mãe autêntica e protetora que conhecemos. 

A comédia permanece sendo o ponto alto do filme, mas a emoção também aparece de forma habitual. O balanço entre o humor das situações adversas e a adaptação que Dona Hermínia enfrenta ao perceber que seus filhos cresceram e estão criando suas próprias famílias, geram no telespectador uma identificação e reflexão sobre suas vivências.  

Tudo isso comprova que Paulo Gustavo sabe o que o público gosta e espera desse enredo de sucesso.

Se você gostou dos filmes anteriores, não vai se decepcionar com o terceiro!


Clique aqui para comentar ( )