Design

NCVO, um redesign firme e memorável

NCVO (ex-Conselho Nacional de Organizações Voluntárias) é uma organização britânica fundada em 1919 que defende e fortalece o voluntariado. A NCVO segue o legado de Edward Vivian Birchall, que morreu de feridas na França durante a Primeira Guerra Mundial, acredita no voluntário e o voluntariado porque eles são essenciais para uma sociedade melhor. “Todos os dias, milhões de pessoas fazem a diferença através de organizações voluntárias e voluntariado. Nossa visão é uma sociedade onde todos nós podemos fazer a diferença para as causas em que acreditamos.”

Muitas organizações voluntárias estabelecidas começaram como projectos dentro do NCVO, incluindo algumas conhecidas como a Age Concern, Citizens Advice Bureau e Community Matters.

A agência de branding Multiadaptor, também baseada em Londres foi desafiada a trabalhar sobre uma nova marca da NCVO, uma marca que fosse capaz de comunicar e amplificar efectivamente a voz do voluntariado. Fundada em 2005, e liderada pelos diretores criativos e estratégicos Ben Brookbanks e Andy West, a agência, segundo se pode ler, trabalha “Centrando nossa abordagem em torno da ideia de ressonância emocional, nos associamos a empresas para construir marcas e experiências positivas e empáticas que se conectam com corações e mentes. E faça cócegas nos olhos no processo.” E define-se como “uma agência de branding com a missão de ajudar as empresas a se tornarem a melhor versão de si mesmas.”

A agência dividiu a fase de construção da nova marca em fases, teóricas e práticas que resultaram num projecto interessante, firme e capaz de captar o olho e se tornar memorável. O trabalho consistiu na criação da identidade de marca, diretrizes da marca, material de escritório e material de marketing.

O Desafio

Deviam criar uma marca que carregasse mais significado e emoção além do acrônimo. Precisava encontrar um equilíbrio entre ser ousado e vibrante, mas confiável e engenhoso. E, mais importante, transparecer e ser  criativo e impactante sem ser luxuoso.

A ideia

A pesquisa ressaltou uma visão chave, que destacou que o NCVO tendia a ser percebido como passivo e não activo dentro do sector. A ideia era transformá-los em uma voz proactiva dentro da indústria voluntária e do público.

Activou-se o “V” para se tornar um “amplificador”, criando um tratamento mais dinâmico no processo.

Um estilo visual abrangente usando o ângulo do V ajudou a vincular as comunicações com uma aparência distinta, enquanto ainda é flexível.

Acompanhe a seguir as imagens que ilustram o trabalho desenvolvido pela agência e o resultado obtido.

Clique aqui para comentar ( )