Tecnologia

Novos Apple Watch e iPads

A Apple arrasou no evento de 15 de Setembro e apresentou os novos iPads e Apple Watch. É de brilhar os olhos!

O tempo é de isolamento social e, infelizmente, todos temos que nos adaptar. Até mesmo os gigantes, em seus grandes comunicados estão tendo que ser criativos. Mas aí é que está! Se a Apple já era criativa em suas apresentações ao vivo, imagina com tempo de preparo? E foi isso o que vimos, ontem (15/09/2020), quando nos foi apresentado os novos Apple Watch e Ipads: um show atrás do outro. São muitas novidades, por isso vou deixar o link aqui separando os assuntos, ok?

Apple Watch

Com o apoio de vídeos depoimentos de pessoas que foram salvas pelos sistema SOS antiquedas, à pessoas que tiveram a qualidade de vida melhorada através do uso dos sistemas para acompanhamento e estímulo a prática de atividades físicas, o novo Apple Watch teve o maior foco de sua apresentação pautada na temática saúde, porém não é o único e exclusivo foco, pois houve também atualizações para o público Fitness, e um novo recurso chamado Family Setup, que permite que um único dispositivo iOS sincronize os dados de vários Watches (falaremos disso adiante).
Inclusive, a peça publicitária de lançamento do aparelho abusa do bom humor ao apresentar uma narradora que insiste em dizer “Imagine um pequeno dispositivo que faça…”, enquanto é intercalada em vários cenários com personas que respondem “ele já faz isso!”, enquanto exibem seu Apple Watch.

Saúde

Com o Apple Watch tendo conseguido liberação da FDA para ser usado no acompanhamento e auxílio ao tratamento de uma série de transtornos, desde fibrilações aos tratamentos de outras falhas cardíacas, a Apple atualizou o sensor do aparelho, sendo o mesmo agora capaz de medir também a oximetria sanguínea, isso equivale a dizer que você é capaz de realizar um ECG de derivação única a qualquer momento que desejar.

O novo app Sono também ajuda a monitorar o seu sono, auxiliando-o a estabelecer uma rotina saudável para um sono repositório adequado.

Fitness

E se você é da turma Fitness vai se beneficiar muito também. Os sensores atualizados deram ainda mais precisão no acompanhamento de suas atividades, a tela Retina Sempre Ativa possui luminosidade 2,5x maior ao ar livre, e o altímetro se mantém sempre ativo registrando as alterações na sua elevação em tempo real, tanto ao ar livre quanto em ambientes fechados.

Serviço Fitness+ e Apple One

Ainda no segmento fitness a Apple apresentou o serviço Fitness+, à ser lançado até o final do ano, mas ainda sem previsão para o território brasileiro.
Através da conexão entre seu Apple Watch e seu dispositivo Apple TV, iPhone, ou iPad, será possível assistir uma série de programas de treinamentos desenvolvidos por profissionais internacionalmente reconhecidos e acompanhar, em tempo real, na tela, os dados de seu smartwatch.
Para cada série de exercícios serão apresentadas determinadas informações em destaque, como batimentos cardíacos, oximetria, ou calorias, reforçando assim a expectativa sobre o resultado final a ser atingido.

Junto a isso, a Apple apresentou também o Apple One, um plano de serviços nos moldes do Amazon Prime, que reúne em um só pacote todos os serviços iCloud, Apple Music, Apple TV+, Apple Arcade, Apple News+, e Apple Fitness+. O Apple One ainda não tem data de lançamento confirmada.

Family Setup

Caramba, essa daqui foi uma das coisas mais legais que já vi. A Apple mostrou que não está somente interessada na venda “casada” de um watch com um smartphone, e trouxe um sistema genial que permite que um único dispositivo sincronize os dados de toda a família. Isso é benéfico tanto para quem tem filhos, quanto para quem possui idosos na família (meu sonho é dar um Apple Watch para minha avó, de 82 anos).
Com esse recurso e um contrato com a operadora (confira a disponibilidade //www.apple.com/br/watch/cellular/), uma vez que os modelos Series 6 e SE trazem conectividade celular embarcada, seu smartwatch ganha os recursos de voz e dados, permitindo que você possa acompanhar a rotina, localização, e os dados de saúde de membros da sua família. É um recurso a mais para que você possa monitorar seus filhos e a saúde de seus entes queridos de forma segura, e independente deles possuírem um iPhone. Ainda não há dados se o mesmo funcionaria com uma rede Wi-Fi, o que seria genial também, principalmente no caso de cuidadores de idosos.

Estilo

Junto com o novo Watch, foram apresentadas as novas pulseiras loop, sem fivelas ou fechos, e disponíveis em dois materiais (silicone liso e fios de silicone e poliéster trançados) e nove opções de cores. As pulseira são muito bonitas, e reforçam ainda mais o estilo do smartwach. Há ainda uma pulseira esportiva Nike, essa com fivela e fecho, mas muito estilosa também.

Watchfaces

Observando a praticidade, as novas watchfaces podem ser personalizadas para mostrar as informações mais práticas para o seu dia a dia: se você é uma pessoa atarefada, coloque sua agenda sempre visível; astrólogo, coloque uma watchface integrada ao Night Sky; aventureiro, altímetro e bússola sempre visíveis. São infinitas as possibilidades. E todas as watchfaces podem ser compartilhadas com a comunidade através da App Store.

Versões

O novo Apple Watch está disponível nas versões Series 6 e SE (com processador de menor capacidade, mas nem por isso menos poderoso e útil), com preços iniciais na faixa de R$ 3.799 para o Watch SE, e R$ 5.299 para o Series 6. Os smartwatches já se encontram à venda no site da Apple Store, e devem estar disponíveis nas lojas físicas a partir de sexta-feira (18/09)

iPad

Apesar de ter respondido recentemente a críticas sobre a exclusividade da disponibilidade de aplicativos através somente da App Store, Tim Cook iniciou a apresentação reforçando a riqueza de aplicativos disponíveis na plataforma e sobre como o uso do iPad tem sido importante nessa época de crise e isolamento, seja conectando pessoas, auxiliando estudantes, ou realizando a visão criativa das pessoas através do seu uso com a Pencil. O foco foi mostrar a prática e versatilidade do equipamento no uso diário.

Ainda que muito aguardadas não houve novidades na série Pro, que sofreu atualizações no início do ano, e o foco foi na 8ª geração do iPad e a nova geração do iPad Air.

iPad 8ª Geração.

Com processador A12 Bionic e compatibilidade com smartkeyboard e com a Pencil, o aparelho aproveita todos os recursos da nova versão do sistema iPadOS 14, e traz recursos de multitarefas e aprimoramentos no reconhecimento de escrita.
Com uma tela Retina Display e uma qualidade sonora fantástica, a nova geração abusa disso para uma experiência de uso mais aprimorada.
O novo iPad chega ao mercado brasileiro com preço de venda a partir de R$ 3.999

iPad Air

Pequeno e poderoso. Isso resume o novo iPad Air, que chega em 5 opções de cores tela Liquid Retina de 10,9 polegadas, Touch ID integrado à lateral e toda a potência do chip A14 Bionic.
Se a nova geração do iPad surpreendeu, o Air chegou “chutando bundas”. O novo processador possui uma CPU 40%, gráficos 30% mais rápidos, e aprendizado de máquina 70% mais rápido graças a nova geração do Neural Engine. Isso permite o tratamento de fotos de forma bem mais ágil, entre outras tarefas que podem ser realizadas com uma maior performance, o que gerou uma boa provocação aos concorrentes por parte do Gerente de Produtos, Ted Merendino, ao afirmar que o equipamento é até “2x mais ágil que um equipamento Microsoft, 3x mais rápido que um tablet Android, e 6x mais ágil que um Chromebook”.

Agora, una a tudo isso a conectividade LTE (versão ainda a ser lançada), e o Wi-FI 6 e você tem um dispositivo preparado para suas vídeo chamadas e trabalho colaborativo avançado.

E, para demostrar a versatilidade desse pequeno poderoso ele ainda vem com um ano gratuito de Apple TV+.

O iPad Air chega com o preço a partir de R$ 6.999

Gostou dos lançamentos, ou acha que faltou alguma novidade esperada? Deixe seu comentário!

Clique aqui para comentar ( )