O que é um produto conceitual? – Design CultureO que é um produto conceitual? – Design Culture
Design

O que é um produto conceitual?

Quando se trata de projetos de design, todos nós já observamos uma situação deste tipo: uma empresa ou profissional, apresenta um novo projeto “conceitual”, que se destaca por exibir uma característica diferente, uma nova tecnologia, uma forma inusitada, entre outros. Porém, temos sempre a impressão de que estes projetos nunca se concretizam em produtos comerciais, pois não os encontramos a venda em lojas ou disponíveis para uso em alguma situação do dia-a-dia.

A razão que encontramos para isto, é que aquele é um produto conceitual, e por este motivo, pode não se tornar uma realidade de mercado no futuro. Mas se um produto não é desenvolvido com o objetivo de serem produzidos e comercializados, qual é a função de um produto conceitual?

O produto conceitual geralmente é o resultado da fase conceitual de um projeto maior, ou seja, ele é a representação das ideias geradas pelos projetistas para um problema ou objetivo proposto. Não se trata de um produto que foi validado em relação à sua viabilidade tecnológica ou possível sucesso comercial, mas sim de um projeto que ainda está em curso. Por este motivo, ele pode apresentar diversas funções de acordo com o objetivo que se pretende alcançar com a sua divulgação.

A função mais comum entre os produtos conceituais é expressar o posicionamento de uma marca em relação à uma tendência ou um novo cenário de mercado. Um bom exemplo disso são as roupas e acessórios apresentados em eventos como o São Paulo Fashion Week. Os produtos expostos nos desfiles não estarão presentes nas vitrines das lojas para os consumidores, mas eles servem para expressar as ideias das marcas e dos estilistas para a próxima estação. As cores, formas, tecidos e estampas apresentadas nos produtos do desfile servirão de referência para a confecção das coleções comercias das marcas que se apresentaram naquele evento.

Avaliar a reação dos consumidores antes do lançamento da versão final do produto é outra função dos produtos conceituais entre as grandes empresas. Os “carros conceito”, apresentados pelas montadoras de automóveis nos Salões do Automóvel no mundo inteiro, servem também como termômetro para que os fabricantes avaliem a reação do mercado com relação aos futuros lançamentos da indústria. A pick-up Fiat Toro, baseada no carro conceito FCC4, teve as dimensões e outras características gerais do produto alteradas em ralação ao protótipo original, pois depois da apresentação do produto conceito, a montadora decidiu adequar o produto final para o segmento de pick-ups médias, a fim de se aproveitar de uma oportunidade de mercado.

Carro Conceito Fiat FCC4

Fiat Toro 2017

Assim, é possível entender que o produto conceitual é um recurso utilizado por empresas e profissionais de criação para explorar as possibilidades do projeto que estão desenvolvendo. A capacidade de avaliar as interações e as reações do mercado com relação a um produto ainda na fase de desenvolvimento é uma das principais razões para a utilização dos projetos conceituais como ferramentas para auxiliar no processo de inovação na criação de novos produtos.

Clique aqui para comentar ( )