O significado por detrás da identidade da Copa do Mundo 2018 – Design CultureO significado por detrás da identidade da Copa do Mundo 2018 – Design Culture
Design

O significado por detrás da identidade da Copa do Mundo 2018

Terminou ontem a Copa do Mundo da FIFA, o torneio de futebol mais importante do mundo. O Mundial de futebol acontece desde 1930, numa regularidade de 4 anos, e desta vez teve lugar na Rússia. Como não podia deixar de ser, foi indispensável projectar uma identidade visual que projectasse este evento para o mundo todo, a nível da comunicação. Um projecto divulgado pela FIFA em 2014 representou uma das mais importantes componentes na organização da copa. A evolução tecnológica acompanha igualmente a evolução da identidade visual, e isso pode ser notado nas que foram criadas em diferentes épocas da FIFA, cada um enquadrado em seu próprio tempo. No geral é o que fazem as identidades visuais, elas acompanham a sua história, marcam uma época, são significativas para uma geração.

                          

 

     

 

 

 

O projecto de identidade visual da Copa do Mundo da FIFA foi desenvolvido pela consultoria portuguesa Brandia Central , que também criou as identidades do Campeonato Europeu de 2016 na França , a Copa América 2015 no Chile e o Eurobasket 2015 na Ucrânia .

O Brandia Central foi seleccionado por meio de um pitch internacional, no qual competiu com outros sete consultores.

“Parece que a evolução das técnicas digitais estimula a criação de marcas cada vez mais complexas, que apesar de perderem a iconicidade, ganham exuberância. Digamos que preferimos sacrificar a memorização e apostar em um logotipo que, embora nunca seja imortalizado em nossas mentes, conseguirá oferecer uma experiência audiovisual de grande impacto, mesmo que seja um impacto momentâneo.” – www.brandemia.org

 

O que está por detrás?

A forma

Como na Copa do Mundo do Brasil, o logotipo apresentado pela Rússia também se baseia na forma deste troféu da FIFA.

De acordo com o racional oferecido por Brandia Central, o logo apresenta em sua parte superior algumas “janelas mágicas” que “convidam a participar” da Copa do Mundo , e que por sua vez compõem a forma de uma bola. Talvez estejamos vendo uma aproximação de qual será o futuro design da bola com a qual este torneio será jogado. Além disso, esta forma circular presta homenagem à espaço-nave russa Sputnik.

O logotipo também quer simbolizar a “decolagem”, tanto por causa da associação com a espaço-nave quanto por causa da decolagem do torneio em si, que, embora tenha ocorrido em quatro anos, já tinha começado em 2014.

O movimento ascendente também pretende ser um reflexo da celebração da vitória, pois evoca em suas formas o levantamento do troféu pelos vencedores.

Enquanto isso, as figuras humanas do logotipo se referem ao “ímpeto dos jogadores de futebol e à excitação dos torcedores, assim como o desejo do ser humano de alcançar as estrelas”.

O logotipo também introduz uma série de estrelas que, além de representar o espaço exterior, aludem aos jogadores de futebol como estrelas do desporto e também adicionam um toque “mágico” à composição, como “conto de fadas”.

 

Cores

As cores nacionais da Rússia tingem o design, que também é enriquecido com texturas ornamentais que misturam elementos simbólicos do folclore e da arte russa.

“Acredito que não devemos perder de vista a verdadeira função de um logotipo. Um logotipo não deve contar todas as histórias que você pode, mas obter a mistura perfeita entre simplicidade e distinção para identificar algo inequivocamente. Deve permanecer coerente com a história que representa, mas não resumindo-a, mas simplesmente reafirmando-a.” – www.brandemia.org

Clique aqui para comentar ( )