Design

Qual é o papel do design de livros?

O que é um livro?

O crescimento da indústria em paralelo com o design de livros, possibilitou que hoje se torne possível uma produção massiva e com qualidade visual e de material impressionante. O livro é a forma mais antiga de registar, documentar ideias, crenças e a história da humanidade.

A conhecida palavra inglesa “book” vem do bok, originária de “beeck tree” (faia, tipo de árvore). Em português a palavra livro vem do latim liber. “Os sexões e os germânicos usavam as tábuas de faia para escrever, sendo a definição literal de um livro tábua para escrita.” (HASLAM:2010)

O Concise Oxford Dicionary define livro como:

  1. Tratado portátil manuscrito ou impresso que preenche uma série de folhas encadernadas, vinculadas umas às outras;
  2. Composição literária que preencha um conjunto de folhas.

O Dicionário Houaiss define livro como “colecção de folhas de papel, impressas ou não, cortadas, dobradas e reunidas em cadernos cujos dorsos são unidos por meio de cola, costura, etc., formando um volume que se recobre com uma capa resistente”.

 

O valor de um livro

A indústria do livro cresce todos os dias. Em 1999 a maior editora do mundo era a Bertelsmann AG, com sede na Alemanha. Esta obteve na época um lucro de aproximadamente 14 bilhões de dólares, valor considerado maior que o total da economia de muitos países. Mais que o próprio custo e o lucro que pode ser proporcionado pelo livro, é o valor intelectual, o conhecimento que deste pode ser obtido. Vários livros mudaram vidas, formas de pensar e agir, os livros proporcionam experiências que sem eles não teríamos oportunidade de vivê-las, os livros contam nossa história, contam percursos de heróis.

 

O design e o livro. Qual é o papel do design de livros?

Podemos afirmar que os primeiros designers para especialidade de livros foram os egípcios. Cuja actividade se centrava em redigir textos em colunas e usar ilustrações. O livro tem mais de quatro mil anos de história, e em todos anos existem milhares de livros de diferentes tipos a saírem para o mercado, autores se desdobram para proporcionar ao leitor a maior experiência no seu livro. Existem autores independentes, existem os que entram no mercado por via de editoras, entretanto a finalidade é que o livro chegue ao consumidor final, o leitor. E qual é o papel do designers nesse percurso? O designer é uma ponte, a estrada que liga o autor aos seus leitores, o designer de livros tem a tarefa de intermediar visualmente o livro do leitor, trabalhar a tipografia, compor e facilitar a leitura. A escolha da tipografia tem muito a ver com o tipo de livro e do público a que este se destina (livros de auto-ajuda, livros infantis, livros científicos, etc). O designer é que deve captar a essência do livro e traduzi-lo visualmente.

O design de livro tem o papel de diferenciar.

O papel do designer é nos ajudar a diferenciar os livros. Os livros são produtos e o designer deve ajudar o consumidor a diferenciar, a ver o livro e compreender que trata-se de um livro de economia, de gestão, infantil, erótico, entre outros. Seu papel é indispensável nesse sentido. Num mercado em que a quantidade de livros em massa é tão grande, é importante haver diferenciação-

 

O design de livro deve ajudar a vender.

Um dos principais papéis do design de livro em qualquer área é o comercial. Para além de proporcionar estética ao livro, o designer precisa ajudar o livro a vender, essa é uma das suas tarefas, o leitor precisa sentir segurança e sentir-se aliciado a comprar o livro quando estiver entre tantos. A capa funciona também uma uma espécie de embalagem, que identifica, diferencia e alicia à compra.

 

Clique aqui para comentar ( )