Inspirações

A ascensão do comércio eletrônico

Comércio electrônico é o nome dado a qualquer compra cuja transação é feita em plataformas online. Desde que este conceito foi desenvolvido pela primeira vez, tem estado no caminho para a globalização, sendo que sites como o eBay, o Amazon, ou o Alibaba, entre outros, são utilizados diariamente por milhões de pessoas. De fato, segundo estatísticas, é estimado que hajam cerca de 2,5 milhões de empresas de comercio electrônico sendo que 1,3 milhões destas empresas são baseadas nos Estados Unidos da América e no Canadá. Estes 2,5 milhões de empresas com plataformas online foram responsáveis por um valor líquido de vendas de cerca de US$23T só no ano de 2016, dos quais US$4.4T podem ser atribuídos aos Estados Unidos. Liderando as tabelas de vendas nesse mesmo ano esteve a empresa Amazon, com um lucro de mais de US$20.000M, seguida pela Apple com um rendimento na casa dos US$15.000M-US$20.000M, e em terceiro lugar o Walmart, com um total entre US$10.000M-US$15.000M. É estimado que até 2021 o valor anual atribuído a vendas onlinesuba para os US$4,88T.

Pensa-se que o conceito tenha surgido nos anos 80 antes da invenção da Internet, nos EUA por uma empresa chamada Sears. No entanto, o conceito era incrivelmente diferente daquele que conhecemos hoje em dia; na altura, as encomendas chegavam por telégrafo assim que os consumidores escolhessem o que queriam dos catálogos da empresa. Com a Internetcriada em 1979, o conceito foi sendo desenvolvido por Michael Aldrich; mas só em 1981 é que a primeira transação comercial pela Internetfoi levada a cabo por uma agência de viagens, a Thomson Holidays. No início da década de 90, com a invenção da World Wide Web, o conceito de comércio electrónico foi revolucionado e 4 anos depois o primeiro item foi vendido através da Internet: uma pizza de cogumelos, pepperoni, e queijo extra do restaurante Pizza Hut. Em 1995 nascem as empresas Amazone eBay, e a partir daí a ideia de comprar e vender bens online espalhou-se por todo o mundo, até aos dias de hoje.

Atualmente, em média, as maiores empresas envolvidas neste tipo de transações são a Amazon e a Alibabae tem sido os motores responsáveis pelo sucesso deste fenômeno, ainda que não tenham atingido 100% dos países do mundo. A forma como têm conseguido isto é, primeiramente, criando uma necessidade nos consumidores de adquirirem certos produtos, através de campanhas de publicidade personalizadas a audiência alvo, seguindo tendências e criando estratégias adequadas às mesmas, e usando redes sociais. E estas táticas são necessárias para ultrapassar alguns dos estereótipos que existem associados a ideia comércio eletrônico e que agem como barreiras que previnem a globalização total deste conceito; como por exemplo: a ideia de que estes mercados não são humanos suficientes, que não são seguros o suficiente, ou que as campanhas publicitárias não são eficazes o suficiente visto que apenas 18% dos e-mails publicitários recebidos diariamente são abertos.

Apesar de ter vindo a crescer de forma notável desde que foi inventada, a ideia de comércio electrónico ainda tem por onde evoluir até atingir a globalização completa; no entanto, se os gigantes desta indústria continuarem a aplicar e a aprimorar as táticas que tem vindo a utilizar, e que em um futuro próximo já não haja dúvidas no que toca à utilização de mercados online.

 

Clique aqui para comentar ( )