Cinema e Séries

A evolução da computação gráfica

www.shutterstock.com

Hoje em dia temos vários programas de computação gráfica a serviço dos profissionais de criação como ferramentas que auxiliam na concepção de seus trabalhos, porém nem sempre foi assim.

No início esses profissionais faziam tudo sem computadores, sendo que a maioria utilizava a boa e velha prancheta, seja para elaborar o design de um logotipo, uma embalagem ou até mesmo uma animação.

Ótimos trabalhos surgiram dessa época e que são lembrados até hoje, um exemplo disso é o primeiro longa de animação da Disney, o filme Branca de Neve e os Sete Anões, que foi feito todo à mão na época pelos animadores do estúdio.

Cena do filme Branca de Neve e os Sete Anões (Foto: www.metro.co.uk)

Já que tínhamos ótimos trabalhos, porque a inclusão da computação como ferramenta?

Acredito que por dois motivos fundamentais:

. Conforme o tempo foi passando, a demanda foi aumentando, sendo que se caso não tivéssemos o computador como ferramenta, não iríamos conseguir entregar.

. Alguns projetos só foram possíveis de serem feitos graças ao computador, seja pelo poder de processamento para realizar as tarefas complexas ou até mesmo pelo fácil manuseio e edição de arquivos de imagem ou vídeo.

 

Mas isso iria substituir os antigos profissionais?

Muito pelo contrário, essas ferramentas expandiram as possibilidades, onde esses profissionais pudessem ir além de suas ideias e criar projetos incríveis.

Um do profissionais que já enxergava essas possibilidades em sua época foi o animador John Lasseter, que como já mencionado na matéria sobre a evolução da animação, ele travou uma grande luta com o mercado para mostrar o valor de utilizar-se o computação em projetos criativos.

Outro projeto de importância que utilizou o computador em seu primórdios é o filme Jurassic Park, embora também tenha animatronics na concepção do filme, ele deixou uma marca impactante no mercado por nos fazer acreditar que os dinossauros tivessem voltado à vida graças a computação gráfica.

O fato do diretor Steven Spielberg ter utilizado a computação com os animatronics prova que a ferramenta é incrível, mas não é a resposta de tudo, temos que utilizar com sabedoria.

Cena do filme Jurassic Park (Foto: www.syfy.com)

Essa é uma lição muito valiosa, pois mostra que não é a ferramenta que cria projetos fantásticos, mas sim os profissionais, por isso devemos ter o feeling de saber quando vamos usar o computador ou não, já que muitas vezes a resposta está naquela velha prancheta dita no começo deste texto.

Clique aqui para comentar ( )