A saúde mental no ambiente criativo de uma empresa

A saúde mental é um aspecto de suma importância no corpo social, incluindo a dos designers que, em sua maioria, exercem a parte criativa de uma empresa. De fato, a profissão pode ser, por vezes, estressante e um tanto desafiadora, podendo afetar assim os profissionais da área já que estão em constante movimento de ideias para concluir seus processos criativos diários.

O cansaço mental acontece, de forma que, às vezes, nem é percebido rapidamente. O cérebro vai, aos poucos, se sobrecarregando de informações e emoções. Em seguida, o corpo vai se esgotando na mesma ou numa proporção ainda maior, o que pode ser reflexo das excessivas horas sentado na mesma posição.

A pressão é grande, é incessante!!

A inovação de projetos, a ampla concorrência, o acúmulo de tarefas, as cobranças excessivas dos superiores e clientes, prazos curtos e hiper conectividade com redes sociais costumam gerar algum tipo de ansiedade, além é claro da alta carga de estresse.

O corpo fica com as suas funções comprometidas, assim, desregulando todo o sistema e comprometendo o que há de mais precioso – a saúde.

Mas… Como manter uma boa saúde com uma jornada que não tem fim?

Para manter a saúde em dia, os designers e profissionais que trabalham com criatividade precisam administrar bem o seu tempo, estabelecer limites e priorizar o autocuidado. Deve ser incluído no seu dia a dia, a prática de exercícios físicos, meditação, sono adequado e uma alimentação saudável.

Vale lembrar da importância de buscar os profissionais especializados de cada área de atuação, incluindo o acompanhamento da saúde mental, onde podem sugerir terapias e acolhimento de amigos.

O que a empresa pode fazer pelos profissionais?

Toda empresa possui a sua parcela de responsabilidade e obrigatoriedade quando o assunto é saúde psicológica dos seus empregados. Por isso, a implantação de programas para melhorar a qualidade de trabalho são essenciais, tais como: estimular a comunicação entre os colaboradores e seus superiores, promover cuidados com a saúde e implantar uma pesquisa de clima organizacional.

Essa última tem o objetivo de identificar fatores que podem agravar situações alarmantes e estressantes no trabalho que podem ocasionar o adoecimento/sofrimento do profissional. A rapidez no reconhecimento dos sintomas, antecipam a prevenção para evitar ou até mesmo amenizar os casos mais delicados.

Preocupar-se e aplicar situações para melhorar a qualidade de vida dos colaboradores é fundamental e extremamente necessário para a saúde mental de todos.

Related posts

Dengo Chocolates lança primeira trufa com embalagem zero plástico do mercado

A’ Design Awards & Competition – Vencedores

Quando a Inovação pode se tornar um problema? – UI Design