Design

As obras hiperrealistas de Ron Mueck

Mueck é considerado um dos mais impressionantes artistas contemporâneos. Suas obras, esculturas gigantes e realistas chamam atenção pela representação perfeita.

Ronaldo de Oliveira Mueck, muito conhecido por Ron Mueck (1958), nasceu em Malbourne, Austrália. Trabalha na Grã-Bretanha. Ainda novo esteve envolvido em um ambiente em que os pais contruíam brinquedos, a mãe bonecos de pano e o pai bonecos de barro, esse ambiente contribuiu para que Mueck chegasse ao perfeccionismo mundialmente admirado hoje. Primeiro trabalhou como fabricante de marionetas para televisão e filmes infantis.

As obras de Ron Mueck são tão realistas que, só não são confundidas com humanos por causa do seu tamanho. A primeira reacção perante uma obra de Ron Mueck é de espanto. A admiração vem ao observar os detalhes. Se é realmente uma obra de arte, Mueck afirmou uma vez:“Jamais quis ser um escultor. Não sei bem porque faço isto mas não me imagino a fazer outra coisa. Não me considero um artista, isto é simplesmente a única coisa que sei fazer.”

Em 2002 sua escultura mulher grávida, foi comprada pela National Gallery of Australia por $ 800,000. 

A escultura (acima) Dead Dad, de 1996, que ele expôs na Sensation, foi um dos factores para sua notoriedade. Nela, ele retrata o corpo nu de seu pai pouco tempo após a morte (que ele não pode presenciar) e é perfeito em cada ruga e em cada pelo. A obra é do tamanho do corpo de uma criança, o que dá uma estranha sensação. A obra impressionou os críticos de arte. A partir daí, Mueck participou de diversas exposições individuais e colectivas na Inglaterra, Alemanha e Nova York e foi um dos seleccionados para expor seu trabalho em outro evento polêmico, o Millenium Dome, em Londres, além de ter participado da 49ª Bienal de Veneza.

Mueck quase sempre usou látex nas suas criações com objectivo de retratar a textura da pele e do corpo humano. Depois cresceu em si o desejo de ter algo mais preciso e resistente. Depois de observar um detalhe numa loja de arquitectura, conheceu um novo material, a resina de fibra de vidro. A partir daí esse material passou a ser matéria-prima das suas obras. Os pelos e cabelos naturais são colocados um por um, e dão impressão de estar a crescer.

Veja abaixo algumas das mais impressionantes obras de Ron Mueck.

Vista da instalação Fondation Cartier pour L’art contemporain, Paris, França, 2005 – 2016

Vista da instalação Fondation Cartier pour L’art contemporain, Paris, França, 2005 – 2016
Vista da instalação Fondation Cartier pour L’art contemporain, Paris, França, 2005 – 2016
Mulher na Cama, 2002
Juventude, 2009
Casal de Colher, 2016
Uma menina, 2017

Fontes:

www.hauserwirth.com

www.thaisslaski.com.br

www.simonde.com.br

Clique aqui para comentar ( )