Mercedes e SK Gaming - Design Culture
Entretenimento

O que esperar do esporte eletrônico no Brasil em 2019

Em 2019, os esports continuam demonstrando o início do que pode ser uma massificação. Existem grandes expectativas para o ano.

Em 2018, a febre do esporte eletrônico demonstrou consolidação e perspectiva de crescimento através dos investimentos de empresas tradicionais em patrocínios e portfólio de produtos dedicados, o que animou os acionistas de empresas do universo gamer.

Em uma pesquisa realizada, a agência global Newzoo revela números otimistas para o cenário brasileiro: nos últimos 2 anos houve crescimento de 28% na economia, fechando o ano em 31 milhões de dólares em faturamento.

Em 2019, a tendência não muda e os esports continuam demonstrando o início do que pode ser uma massificação. Companhias de mídias, agências e diretores comerciais demonstram interesse na área.

Mercedes e SK Gaming - Design Culture

O mercado internacional iniciou o mês de janeiro aquecendo as expectativas dos entusiastas com a entrada da Honda em patrocínio à americana Team Liquid; e da Daimler AG (Fabricante da marca Mercedez-Benz), na compra de 67% das ações da alemã SK Gaming.

O otimismo sobre 2019 foi levantado pela Newzoo que revela em artigo esperar um público de 456 milhões nos próximos meses, um crescimento equivalente a 15% do atual. No Brasil, o cenário não é diferente.

Ano que vem o cenário vai receber uma série de incentivos de investidores multinacionais. Aqui estão alguns dos marcos mais esperados:

Blast Pro Series - Design Culture

Blast Pro Series São Paulo

Um dos maiores eventos internacionais de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) do planeta vai ocorrer em São Paulo nos dias 22 e 23 de março com os melhores times da atualidade.

Além de ser transmitida para mais de 130 países pelos serviços de streaming, a organizadora do campeonato assinou contrato com a Globo e Globosat de transmissão nos canais SporTV e cobertura nos canais Globo na internet.

DreamHack Rio

O maior festival de games do planeta está bastante interessado em sediar eventos em solo brasileiro. Ultrapassando 55 milhões de espectadores, o DreamHack de CS:GO será sediado no Parque Olímpico com apoio do governo carioca  em abril. O combinado é realizar o evento anualmente até 2022.

Expansão do Streaming

Antes dominado pela Twitch, serviços de streaming ao vivo de games começam a surgir e se diversificar. Concorrentes como as gigantes da tecnologia Facebook e Youtube, mais as gigantes asiáticas CubeTV e NimoTV entraram no mercado ano passado para disputar o segmento.

Segundo infográfico do StreamLabs, no último trimestre de 2018, Facebook e Youtube Gaming cresceram cerca de 20% o seu número de usuários em comparação ao serviço tradicional da Twitch que cresceu  apenas 8%.

Vivo tem equipe própria no CBLoL

Investidores Multinacionais

Atualmente o Brasil possui uma audiência superior a 18 milhões de espectadores e atrai marcas a exibir seus nomes. O maior torneio nacional é o CBLoL (Campeonato Brasileiro de League Of Legends) que conta equipes patrocinadas ou sedidadas por incentivo estrangeiro.

Entre elas: Vivo, Flamengo, KaBuM, Nike, Havan, Samsung, Trident, Lupo, Acer e o próprio campeonato que leva a Gillette e Redbull juntos.

Conclusão

Assim como os esportes tradicionais em seu início, os esports estão começando a aparecer nos veículos de imprensa com frequência, o que agita os torcedores e obriga organizações a otimizarem seu processo competitivo.

Clique aqui para comentar ( )