Cinema e Séries

Ford vs Ferrari – Um filme para assistir duas ou mais vezes

A convite da Primepass, a Design Culture teve a oportunidade de assistir uma das estreias mais aguardadas da semana, o filme Ford vs Ferrari. O filme é um verdadeiro desafio, o diretor James Mangold (Logan) teve a complicada tarefa de retratar a briga entre a montadora americana Ford e a italiana Ferrari, que se encerrou na corrida das vinte e quatro horas de Le Mans de 1966, na França.

Enzo Ferrari recusou a proposta de compra da marca pela Ford Motor Company, por perceber que no contrato estava incluso o poder total do programa automobilístico da empresa. Com o fracasso da negociação, Henry Ford II, contatou o design automotivo e ex-piloto Carroll Shelby (Matt Damon) para projetar um carro que pudesse igualar à escuderia Ferrari. Para essa iniciativa, Shelby escolheu o desbocado motorista profissional britânico Ken Miles (Christian Bale), para ser seu piloto, e de maneira surpreendente para a época, criar o modelo Ford GT40 para competir na Le Mans ’66.

O longa engloba ação, adrenalina, amizade e ganância. Todos esses fatores são muito bem definidos e explorados de maneira natural e certeira. A química entre Matt Damon e Christian Bale funciona muito bem, deixando o filme mais humano e em alguns momentos até cômico, aflorando o sentimento de torcida pelo sucesso dos personagens.

A história biográfica apresentada por James possui mais de 2 horas de duração, mas em nenhum momento você percebe isso, já que a direção, fotografia e trilha sonora te transportam para desde os bastidores do automobilismo, mostradas ora dentro dos carros, ora dentro das pistas, à competitividade do mundo corporativo, que originiou a rivalidade que dá nome ao filme.

Ford vs Ferrari é o pacote completo de um bom elenco, bom roteiro e elementos hollywoodianos bem executados, sem deixar o telespectador perder o foco.

Clique aqui para comentar ( )