Notícias

Inteligência artificial sob demanda pretende mudar a situação do serviço no Brasil?

O provedor de IA sob demanda, Solidus AITECH, anunciou que arrecadou mais de US? 10,5 milhões por meio de seu token AITECH para apoiar o desenvolvimento de data centers de alto desempenho de IA verdadeiramente eficientes e possibilitar um futuro mais democrático, fácil e seguro por meio e alimentada por criptomoeda. A empresa quer alcançar a América Latina e, mais precisamente, o Brasil. A operação, aprovada por um subsídio da União Europeia de €3.5 milhões através do parceiro Soft Galaxy International, é designada para desenvolver computação de alta performance, e, principalmente, tornar a I.A disponível para uma nova geração de desenvolvedores e negócios. Com a ação, a companhia já garantiu um alto número de contratos com a Microsoft, além de vários órgãos públicos e governamentais.

De acordo com o fundador da Solidus AITECH, Paul Farhi, esta é uma resposta à ausência de infraestrutura de computação de alto desempenho e de última geração, como alternativa ao que atualmente está disponível apenas nos EUA. “Não há razão para que os EUA tenham um monopólio sobre os serviços de nuvem de alta performance. Nosso objetivo é fornecer alternativas competitivas para toda uma nova geração de organizações, para muitos dos quais, poder computacional de alto nível – e I.A em particular seria inacessível, ou praticamente impossível de se comprar. Nosso modelo de blockchain nos permite entregá-las onde for necessário, seja como FIAT ou criptomoedas, ou seja, com distintas formas de pagamento.” Paul disse, ainda, que essa “democratização da I.A” é particularmente relevante para a América Latina. “Por vários motivos estruturais e comerciais, a América Latina, provou estar aberta a sistemas baseados em blockchain – desde criptos até negociações em jogos. O Brasil é o sétimo maior mercado em jogadores de NFT e o país virou uma ‘estufa’ de startups da área, desde games até colecionáveis. Agora, essas empresas, além de setores tradicionais como farmacêuticos, viagens, transportes e agricultura, podem ter acesso a sistemas computacionais confiáveis, seguros e poderosos sob demanda “, afirmou.

O Data Center desenvolvido pela Solidus AITECH é Eco Friendly de alta performance computacional (HPC na sigla em inglês) e possui uma plataforma infrastructure-as-service (IaaSnfraestrutura como serviço), onde autoridades governamentais, mega corporações, PMEs e profissionais poderão adquirir serviços de Inteligência Artificial através do token AITECH.

Histórico relevante:

– Lançada em 2017, a Solidus AITECH concluiu a venda privada e a pré-venda de seu token, AITECH, a primeira criptomoeda de I.A do mundo. O projeto atingiu seu soft cap em U?8.1 milhões e agora está em U?10.5.

– Antes da ICO (entre 2018 e 2020), a empresa arrecadou a quantia de 5.2 milhões de dólares através de investidores privados para financiar a compra e instalação de servidores GPU; além de construir um data center de última geração de mais de 740 metros quadrados em Bucareste, na Romênia.

– A equipe também aumentou consideravelmente os esforços de marketing e, desta forma, indicou participantes para integrar a Cúpula Mundial de Blockchain. Timmo Trippler, Simon Cocking e Jason Hung participam desta cúpula como consultores da ICO.

A empresa foi destaque na LAtoken e, agora, busca fazer uma oferta inicial de troca (IEO.)

EM TEMPO

Como parte do esforço permanente da Solidus para melhorar a eficiência e minimizar o consumo de energia em seu Data Center de Computação de Alto Desempenho (HPC) operando sob a ISO 14001:2015, a Solidus Ai Tech possui um token utilitário de Inteligência Artificial AITECH, uma criptomoeda ecologicamente correta. Os especialistas em P&D da Solidus Ai Tech alcançaram uma redução inovadora de 40% no consumo de energia em relação à média do setor para seu hardware de mineração Ethereum. A empresa executará seu hardware de IA na mesma Propriedade Intelectual (IP), o que tornará seu novo HPC Data Center um dos mais ecológicos do mundo.

A infraestrutura de Data Center é a solução perfeita para qualquer organização que necessite de serviços de Inteligência Artificial. Uma tecnologia chave que está sendo usada pela empresa é a tecnologia de resfriamento de ar por evaporação. Esta tecnologia é energeticamente eficiente e amiga do ambiente, consumindo 80% menos energia do que o ar condicionado de compressor. Pode baixar a temperatura do ar em até 12 graus, melhorar a qualidade do ar removendo poeira, fumaça e odores desagradáveis, e não requer o fechamento de portas ou janelas. Os centros de HPC já consomem grandes porções da energia disponível no mundo, com várias soluções de refrigeração a ar consumindo até 30% – 40% da energia total implantada. Portanto, há uma necessidade urgente de implantar soluções sustentáveis.
 
Sobre a Solidus AITECH

A Solidus AITECH Limited foi estabelecida em janeiro de 2021 como o braço de Inteligência Artificial da empresa controladora Solidus Technologies. A Solidus AITECH está construindo um Data Center Eco Friendly de alta performance computacional (HPC na sigla em inglês)e uma plataforma infrastructure-as-service (IaaS), onde autoridades governamentais, mega corporações, PMEs e profissionais poderão adquirir serviços de Inteligência Artificial através do token AITECH.

Clique aqui para comentar ( )

Somos um veículo que trata sobre Design, Comunicação, Cultura, Artes, Ações criativas e empreendedoras. Acesse diariamente. Você é a nossa inspiração.

Porto Digital
Empresa embarcada no Porto Digital
Email Marketing certified by E-Goi
Um projeto Uncod Pro
Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência possível. Se continuar a usar nosso site, entenderemos que você está de acordo.