Comportamento

Planejar é preciso

Sabe aquela velha história de “ano novo, vida nova”?

O velho clichê sempre é dito no início de cada ano, e, mais do que nunca, parece que as pessoas realmente estão buscando inspiração para evoluir pessoal e profissionalmente nas viradas de ano. Talvez soe como “desculpa” esperar um novo ano se iniciar para se dedicar à mudanças, maaas… por quê não levar à sério, né? Se for pra se dedicar à uma nova e boa postura para uma evolução, que seja de verdade essa atitude e coragem que nos é dada a cada início de janeiro. Ou você vai preferir esperar tudo vir até você, sem planos e ideias? E mais uma vez reclamar que “o tempo passa rápido demais”. É única e exclusivamente você que não pode ficar assistindo o tempo passar, e ir atrás de seus objetivos.

Hoje, compartilharei um método simples, mas que particularmente, eu vejo como muito eficaz à cada início de ano: Plano de objetivos e metas anual. Estamos na terceira semana de janeiro, não é mais “tão início de ano” assim. Porém nunca é tarde pra começar algo do tipo. Qual a importância de se ter um plano de metas anual?

O plano de objetivos anual é um guia para a sua vida e o seu negócio. Ele define onde e como você deseja que o seu negócio/vida pessoal esteja até o final do ano! O meu modo de criar esse plano é bem simplificado: é óbvio que com mais pesquisa, e se aprofundando no assunto, você pode criar planos de ação mais completos. Mas meu método sempre me ajudou e me fez “clarear” o caminho à ser seguido.

Primeiro, vamos entender uma coisa: a diferença entre objetivos e metas.

Objetivos são como propósitos em realizar algo, falando mais claramente: é onde se quer chegar. São eles quem direcionam o que se deseja e deve fazer, e servem como guias para que “os sonhos” sejam realizados. Ou seja, os objetivos são sempre maiores do que as metas.

Já as metas, são os objetivos de forma quantificada. Quando utilizamos o termo meta, estamos falando de tarefas específicas, que precisam ser realizadas em até certo tempo, para que se alcance os objetivos pré determinados. É bom saber que as metas geralmente são temporais e ligadas a prazos, ou seja, elas são ações menores que precisam ser realizadas diáriamente, semanalmente e/ou mensalmente, para que se alcance alguns dos objetivos finais propostos, de forma organizada e planejada.

As metas só são fácilmente resolvidas com motivação, confiança, dedicação, foco, consistência e, acima de tudo, sem medo de mudanças.

Minha lista de objetivos e metas é sempre baseada no modelo SMART, por mais que seja um modelo dito como de metas, faz total sentido aplicá-lo também aos objetivos. Costumo listar sempre (e no mínimo) 5 objetivos, e desdobrá-los em 2 ações para cada um, totalizando 10 metas.

Você já ouviu falar em plano de metas SMART? Se não, deixo um artigo aqui para você se aprofundar no assunto: //saiadolugar.com.br/metas-smart-como-criar-metas-inteligentes-em-seu-planejamento/

Planeje-se sempre. Listar tudo isso te dará um norte maior para que se siga o rumo certo nesse ano que se inicia. O plano de objetivos e metas é uma mão amiga nessa nova jornada.

Um belo 2019 e muito sucesso pra nós em mais um ano! Espero que tenha ajudado de alguma forma :)

Me disponho à ajudar em qualquer dúvida ou prestar qualquer tipo de esclarecimento nos comentários. Afinal, uma das minhas metas de 2019 mas que está presente há anos, é ser cada vez mais solícito. Por uma rede social cada vez mais colaborativa :)

Grande abraço,

Bruno Meira – @meiradg

Clique aqui para comentar ( )