na imagem há o logo do Projeto Meias do bem e ao lado escrito "Faça um inverno mais quentinho para quem precisa"
Inspirações

Projeto “Meias do Bem”: iniciativa transforma meias velhas em cobertores para pessoas carentes

“Sabe como evitar que 30 toneladas de tecido terminem poluindo o planeta? E como ajudar mais de 250 instituições de caridade sem colocar a mão no bolso? Como levar calor e conforto para 30 mil pessoas carentes? É só abrir a sua gaveta de meias”, assim o ator Caio Paduan apresenta o Projeto Meias do Bem que tem como objetivo transformar meias usadas em cobertores que ajudam a salvar vidas em todo o Brasil.

Na imagem há um cobertor do Projeto Meias do Bem

Idealizado pela Puket, empresa referência na área têxtil, o Projeto Meias do Bem nasceu em 2013 e combina inovação, responsabilidade social, solidariedade e sustentabilidade. Até o momento arrecadou mais de 40 toneladas de meias velhas, usadas e sem par. E estas meias foram transformadas em 40 mil cobertores que são doados juntamente com pares de meias novinhos. Graças a este projeto, mais de 1 milhão e 600 mil pares de meias tiveram um destino diferente: as meias que acabariam em aterros sanitários agora ajudam a aquecer várias pessoas nas noites mais frias do ano.

na imagem há um homem segurando uma meia e em seu colo há um cobertor
Fonte: Razões para acreditar

“Quem nunca perdeu um pé de meia ou ficou apenas com uma furada na gaveta sem saber o que fazer? Nós encontramos uma utilidade e reenchemos uma lacuna social ajudando a fazer o bem a milhares de pessoas em situação de rua.”, conta Luiz Yada, analista de Trade Marketing.

Para contribuir é muito simples: acesse o site e encontre o ponto de doação mais próximo de você para depositar na urna Meias do Bem aquelas meias que já não lhe servem mais. São mais de 160 lojas Puket espalhadas em todo o país. As doações dos cobertores e meias novas são realizadas principalmente durante o inverno e essa ação maravilhosa de marketing social acontece durante o ano todo.

Como a ideia nasceu?

A Puket atua no mercado a mais de 30 anos e sempre entregou o seu resíduo têxtil a fábricas de cobertores, ao invés de jogar no lixo. Depois de muitas pesquisas, a empresa concluiu que as meias usadas também poderiam ser usadas na produção de mantas e, então, iniciou o Projeto Meias do Bem. Graças a essa corrente do bem, mais de 20 milhões de pessoas foram impactadas em prol dos mais necessitados.

Acesse o site, participe desta corrente e assista abaixo o vídeo da apresentação da campanha! :)

Clique aqui para comentar ( )