UX e UI Design
Design

UX Design e UI Design e a interdependência entre essas duas habilidades

Falar de UX Design e de UI Design sem necessariamente falar de ambos os termos, hoje em dia, torna-se cada dia mais difícil. São termos intimamente ligados e que possuem uma interdependência entre si, uma vez que a relação da experiência do usuário depende de uma boa interface, e uma interface para ser bem feita precisa oferecer uma boa experiência de uso.

É possível trabalhar exclusivamente com interface ou com a experiência do usuário sem dominar as duas áreas?

Falar de UX Design e de UI Design sem necessariamente falar de ambos os termos, hoje em dia, torna-se cada dia mais difícil. São termos intimamente ligados e que possuem uma interdependência entre si, uma vez que a relação da experiência do usuário depende de uma boa interface, e uma interface para ser bem feita precisa oferecer uma boa experiência de uso. Mas então, será possível trabalhar de forma especializada em uma das áreas sem dominar a outra?

Música vetor criado por macrovector - br.freepik.com
Designed by Freepik

Primeiramente, para entender as possibilidades do UI Design e do UX Design, e concluir se há a independência de cada uma das disciplinas, faz-se necessário definir e esclarecer alguns conceitos de cada uma das áreas.

Interface (UI – User Interface)

Entendemos pelo conceito de interface qualquer forma através do qual um produto, ou serviço interage com o seu usuário. A interface é o meio pelo qual interagimos com algo. Essa interface pode ser um mecanismo físico, ou social, e interage diretamente com a percepção sensorial do usuário. O controle remoto de uma TV, o layout visual de uma rede social, o menu de habilidades de um jogo digital, um formulário de um programa de ERP, o sistema de auto-atendimento da operadora telefônica, o teclado do seu computador… todos são exemplos de interfaces.

Negócio vetor criado por pch.vector - br.freepik.com
Designed by Freepik

É através da interface que conseguimos nos comunicar, e uma interface mais agradável tende a nos manter mais engajados no processo de resolução de um problema, afinal de contas, só interagimos quando há a real necessidade de sanar alguma dor. Note que aqui cito “dor” como aquela sensação desconfortável que precisa ser sanada. Exemplificando, a falta de dinheiro é uma dor que é sanada através do ganho de mais capital; a vontade de se incluir socialmente em um círculo pode ser sanada através da aquisição de conhecimentos ou bens de interesse comum ao grupo; a necessidade de se tornar um designer melhor, através da aquisição de conhecimento lendo os artigos do Design Culture, entre diversos outros exemplos.

Experiência do Usuário (UX – User Experience)

Designed by Freepik

Quando falamos da experiência do usuário falamos da forma como o usuário interage com a interface em busca da resolução de sua dor. Aqui não falamos do que é agradável, mas sim do que é eficaz e eficiente, e por esse motivo esse conceito é muito associado ao conceito de conversão, que é o momento em que o usuário com uma dor, através da conclusão de um processo, torna-se o usuário com a dor sanada. É fácil fazer uma compra online em um site? Foi simples resolver meus problemas de telefonia através do sistema de auto-atendimento? É fácil encontrar os artigos e informações de que eu preciso para me tornar um designer melhor no Design Culture? (hoje o patrão fica feliz… (RISOS))

A Experiência do usuário trata exatamente do fluxo pelo qual você passa para chegar a essa conclusão, e acredito que tenha ficado claro que essa é uma parte crítica do processo de interação.

Conceituadas as diferenças entre interface e experiência, vamos às definições e atribuições do UI Design e do UX Design.

UI Design

Designed by Freepik

Conhecido como “User Interface Design” (em tradução livre: Design de Interface de Usuário), o UI Design é a disciplina que estuda como uma interface pode se tornar mais simples e agradável, fazendo com que o usuário sinta uma maior identificação e conforto durante a experiência de uso. O produto gerado pelo UI Design é comumente conhecido como Design System, que trata-se de um documento com padrões de botões, caixas de texto, caixas de rolagem, entre outros elementos de design, tudo gerado para padronizar e unificar a geração dos conteúdos a serem aplicados.
Como exemplos de padrões de UI Design para aplicativos temos o Fluent Design, da Microsoft; e o Material Design, do Google. Quando falamos de interfaces para web, também temos alguns padrões que podem ser seguidos, como o Bootstrap, HTML5 Boilerplate, Materialize, e Jeet.

A responsabilidade desse designer é desenvolver padrões claros para facilitar a compreensão e percepção das ações possíveis dentro do contexto de uma solução, fazendo com que a consistência dos elementos torne a interface ágil, confortável, e intuitiva.
Ícones, formulários, telas, botões e menus…. esse é o trabalho desse designer. Se você se sente atraído pela parte formal dos projetos (no sentido de formas) essa é a área mais indicada para você, pois o UI Design utiliza-se fortemente dos conceitos da Gestalt.

UX Design

User Experience Design, ou Design da Experiência do Usuário, já é uma disciplina mais focada no fluxo pelo qual o usuário deve passar para atingir seus resultados. Enquanto o UI se preocupa mais com os elementos formais (audio visuais, geralmente) o UX Design foca-se mais em como o usuário interage com a interface, nas sensações e emoções geradas durante a sua interação.

Designed by Freepik

O designer de experiência tem a responsabilidade de desenvolver e validar o fluxo de navegação de uma solução, de forma ágil e eficiente, sempre atentando-se a prever possíveis problemas e cuidando para que as interfaces sejam coerentes e condizentes aos objetivos de negócio. Trata-se de um designer com um viés mais psico-sociológico que estético. Esse é o profissional que mais se envolve na camada de regras de negócio e, portanto, precisa ter um perfil mais analítico e crítico que estético em si. Note que ele também precisa validar a interface para ter certeza de que além de estética, a mesma é funcional e condizente ao atingimento dos objetivos da solução, mas seu trabalho não se limita somente a isso.

O Mercado e os UI e UX Designers

Hoje, no mercado de trabalho há oportunidades para ambas as áreas e muitas vagas oferecem oportunidades para aplicação do UI Design e do UX Design em conjunto, e individualmente. Como cada uma das áreas exige conhecimentos específicos, mas que se entrelaçam na aplicabilidade, conhecer um pouco de cada uma acaba por tornar o profissional mais competitivo, mas não limita a especialização em uma ou na outra área.
Enquanto o profissional de UI Design tem um viés mais próximo ao do designer gráfico, e talvez por isso vários profissionais tem migrado para essa área, o UX Design segue por uma vertente mais acadêmica, observando o comportamento humano e ainda a ótica do negócio e seus objetivos, sendo uma área muito procurada por designers que tem interesse em áreas administrativas e de desenvolvimento de negócio, ou de profissionais dessas outras áreas que identificam o design como uma poderosa ferramenta na resolução ativa de problemas.

Independente de escolher se tornar um especialista ou generalista nessas áreas é possível, sim, desenvolver uma carreira madura, bem consolidada, e promissora.

E você? Trabalha com UI Design ou UX Design? Concorda com esse ponto de vista?

Deixe aqui sua opinião, crítica, ou conte-nos sua experiência! Quem sabe juntos melhoramos nossa interface comunicacional e tenhamos uma experiência mais construtiva!

Um abraço!

Clique aqui para comentar ( )