Design

Afinal, o que é Design Social, EcoDesign e Design Sustentável?

Aqui, no Design Culture, sempre procuro apresentar a vocês projetos que possuem uma visão sustentável, pois a partir da última década percebe-se com maior intensidade a necessidade do estabelecimento de um design consciente, que tenha como objetivo solucionar problemas sociais e ambientais. Para isso, o designer deve priorizar requisitos ambientais e sociais sem deixar de lado os requisitos técnicos, ergonômicos, estéticos, simbólicos, durante todo o processo de desenvolvimento de um produto.

Por isso, hoje vamos entender melhor o que é o Design Social, EcoDesign e Design Sustentável. Apesar dos temas serem bem próximos, os objetivos de cada conceito são bem diferentes. Então vamos lá!

Design Social

fonte: PAZMINO, 2007

Também chamado de “Design para a Sociedade”, segundo PAZMINO(2007), este conceito tem por objetivo “desenvolver produtos que atendam às necessidades reais específicas de cidadãos menos favorecidos, social, cultural e economicamente”. Então, o público-alvo do design social são populações com pessoas de baixa-renda ou com necessidades especiais devido à idade, saúde ou inaptidão. Os produtos do design social devem ser socialmente benéfico e economicamente viável.

Veja a diferença entre o design social e o design formal:

Aqui também entra o Design Inclusivo, uma área do design que visa projetar produtos que podem ser utilizados por todos, independente da idade, aptidão, capacidade física,  ou algum tipo de deficiência ou dificuldade. Um grande exemplo é a coleção desenvolvida pelo studio Lanzavecchia + Waicomo para o dia-a-dia dos idosos. As peças denominadas Together Canes são três apoios móveis que ajudam o usuário a locomover-se dentro de casa podendo transportar consigo diferentes tipos de objetos, numa combinação de mesa e bengala.

fonte: Lanzavecchia + Waicomo
fonte: Lanzavecchia + Waicomo

Ecodesign

fonte: PAZMINO, 2007

O designer pioneiro na questão ambiental foi Victor Papanek após publicar em 1995 o seu livro “Green Imperative” que convoca os designers a se questionar sobre o impacto ambiental e social do seu trabalho. Para Papanek, o designer é diretamente responsável pelo impacto ambiental dos produtos projetados. (PAZMINO,2007)

O termo EcoDesign, Design for Environment, Green Design ou Ecological Design surgiu na união entre a atividade de projetar e o meio ambiente. Então, o objetivo principal do EcoDesign é projetar produtos que sejam ecologicamente benéfico e economicamente viável.

Ezio Manzini e Carlo Vezzoli afirmam em seu livro “O Desenvolvimento de Produtos Sustentáveis. Os Requisitos Ambientais dos Produtos Industriais” que no EcoDesign, o designer é responsável por gerar o redesign de produtos existentes considerando o ciclo de vida do produto (pré produção, produção, uso, descarte, reciclagem, reuso) tomando as decisões corretas que minimizem o impacto ambiental dos produtos. A seguir, veja a diferença entre o EcoDesign e o design formal:

fonte: PAZMINO, 2007

Aqui no portal já apresentei a vocês várias cases de Ecodesign como os produtos de limpeza à base de plantas da Unilever, o lápis Sprout Pencil que se transforma em planta após o uso e a embalagem produzida com folhas de banana para evitar o uso excessivo de plástico.

Design Sustentável

fonte: PAZMINO, 2007

Enfim chegamos no tão aclamado Design Sustentável que muitas vezes é confundido com o EcoDesign. Como eu disse lá no início do texto, os três termos são diferentes. Já vimos que o Design Social contempla que o produto seja  socialmente benéfico e economicamente viável e que o Ecodesign define que o produto seja ecologicamente benéfico e economicamente viável. O Design Sustentável é a junção do Design Social com o Ecodesign, ou seja, o produto sustentável deve ser socialmente equitativo, ecologicamente benéfico e economicamente viável.

Nesta área do design, os produtos devem satisfazer as necessidades humanas básicas de toda a sociedade, envolvendo a responsabilidade de não prejudicar o equilíbrio ambiental atual e garantir este equilíbrio as gerações futuras.

Quais são os grandes problemas do Design Social, Ecodesign e Design Sustentável?

No Design Social o grande problema é o pouco interesse dos designers por ser uma área com pouco retorno financeiro. A questão social envolve trabalhar com ONGs, população de baixa-renda que, em sua maioria, vivem em periferia.

Já no EcoDesign a grande dificuldade é projetar produtos que de fato possuem baixo impacto ambiental. Ao meu ver, esta dificuldade está entrelaçada com a baixa procura por aprender sobre as questões ambientais por parte do designers, que muitas vezes precisam estudar em outras áreas como Engenharia Ambiental ou Gestão Ambiental, para compreender melhor sobre como projetar para o meio ambiente.

Ao meu ver, o Design Sustentável é a área mais difícil porém não-impossível. Unir o Design Social e o EcoDesign em um projeto não é uma tarefa fácil mas precisamos entender que, atualmente, aplicar estes conceitos em nossos projetos se tornou muito necessário. O outro problema é sobre o produto ser economicamente viável. Geralmente os produtos sustentáveis são muito mais caros que os produtos normais.

Sustentabilidade não tem a ver somente com o meio ambiente, tem a ver com o bem-estar das pessoas. Se você acessar a Agenda 2030 verá que além de cuidar do meio ambiente, os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável envolvem erradicar a pobreza, zerar a fome, estabelecer a igualdade de gênero e promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável através de trabalho decente para todos. E o design pode cooperar muito com a Agenda 2030. Lembre-se: Design é projeto. Seja responsável e consciente ao projetar os seus produtos e serviços. 

Se quiser acrescentar algo, deixe seu comentário. Vamos debater sobre estes assuntos! Até breve!

Clique aqui para comentar ( )