Publi e MKT

Afinal, qual é a diferença entre B2B e B2C?

Fonte: Fotolia

Em um cenário cada vez mais competitivo e rápido, a busca por informação e ela em si, se tornaram moeda principal na agregação de valor à diversos profissionais. No Marketing e na publicidade, assim como no Design, esse comportamento também se repete.

Vejo constantemente o anúncio de “Novas formas”, “Estratégias Inovadoras”, “O Segredo” e um aglomerado de baboseira que vende como água para grande maioria graças à uma característica de nossa geração que é justamente o que iniciei esse artigo: a busca por informação. Contudo há algo que falta à grande maioria que é desenvolver o conhecimento, mas isso é assunto para próximos capítulos/artigos. Ok?

Entre estes diversos termos – para resumir – que em sua grande maioria são estratégias e metodologias já consagradas apenas com novo nome e um tática pronta para fazer muita gente ganhar dinheiro. São tantos e normalmente “americanizados” que é fácil confundir e se perder. Por isso resolvi gerar alguns artigos que visam esclarecer algumas dessas confusões e deixar você um pouco mais inteirado sobre o que se trata.

Agora se depois de cada um desses artigos você desejar saber mais sobre o conteúdo que irei abordar, deixe nos comentários sua dúvida ou sugestão. Essa será a forma de gerar mais conteúdo que você deseja consumir. Ok?

Então, vamos direto ao ponto. Estes dois termos são cada vez mais utilizados no e-Commerce e seus significados tem se transformado e por vezes se misturado com o passar do tempo, trazendo novas formas de abordagem e possibilidades.

B2B (Business to Business)

O modelo B2B é utilizado para definir transações comerciais entre empresas (Negócio para Negócio). Aqui, uma empresa – seja ela indústria, distribuidor, importador ou revenda – comercializa seus produtos para outras empresas a fim de revenda, transformação ou consumo.

B2C (Business to Commerce)

Já o B2C é utilizado para definir transação comercial entre empresa – nesse caso, indústria, distribuidor ou revenda –  e consumidor final através de uma plataforma de E-Commerce e normalmente tem como fim APENAS o consumo.

Simples? Nem tanto.

Antes de fechar a aba e pensar que já entendeu do que estamos falando, é importante lembrar de algo: o que vai caracterizar o tipo/modelo de negócio não é o produto que ela comercializa, mas sim sua ATIVIDADE FIM. Dessa forma podemos ter muitas semelhanças entre cada modelo, mas teremos finalidades diferentes, o que irá implicar em necessidades e focos distintos que se cruzam.

 

Quer saber mais sobre outros modelos de negócio e ferramentas? Deixe nos comentários!

Clique aqui para comentar ( )