Comportamento

Juntos #Pela Natureza: 20 melhores práticas do design sustentável

Através da ação coletiva Juntos #PelaNatureza do PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), neste Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho), diversas organizações se unem ao longo desta semana, com reflexões para estimular sobre o momento atual que estamos passando, além de ressaltar a nossa correlação entre a saúde humana e a saúde do planeta.

Fonte: ONUBR

Com o intuito de colaborar com esta conversa, selecionamos algumas práticas, princípios e técnicas que são mais utilizadas para criar projetos sustentáveis. Pois sabemos que o design tem um papel importante dentro do ativismo: podemos incentivar um comportamento mais sustentável, deixando as coisas mais benéficas ao nosso mundo. Então sem mais delongas, confira a nossa lista!

1. Upcycling

A prática do Upcycling consiste em dar um novo olhar, com criatividade, para um material que seria descartado, sem degradar a qualidade e composição do material. Já falamos sobre esta técnica nesta matéria!

2. Durabilidade

Produtos de baixa qualidade precisam ser trocados constantemente gerando resíduos desnecessários. Para resolver este problema, precisamos desenvolver produtos de alta qualidade, resistentes ao desgaste e ao dano. Projetos eficientes reduzem o consumo de recursos ao longo de todo o ciclo de vida, desde a produção até a reciclagem.

3. Apoio Emocional

Quando as pessoas tendem a se apegar emocionalmente a um objeto, são incentivadas a reutilizá-las. E a reutilização muito favorece ao meio ambiente. Por exemplo, vestidos de noivas que são readaptados e reutlizados por gerações, pratos antigos que são transformados em itens de decoração e etc.

4. Design Interdisciplinar

Sustentabilidade não tem a ver somente com a natureza, envolve também a sociedade. E por isso, seus produtos requerem um conjunto diversificado de habilidades e pontos de vista.  Deste modo, é interessante que os projetos sustentáveis sejam desenvolvidos por uma equipe de design composta por pessoas de diversas origens, habilidades e conhecimentos. 

5. Materiais de baixo impacto

Trata-se da escolha dos papéis, das tintas, das tecnologias aplicadas no projeto… Tudo que for utilizado na confecção do produto deve ser pensado com o objetivo de diminuir o impacto ambiental. 

6. Marketing

O design sustentável nasceu baseado em projetos idealistas e pouco práticos. Até hoje podemos notar este problema: temos muitas teorias sobre o design sustentável mas poucos são os produtos sustentáveis. Por essa razão, uma das principais regras do produto sustentável é que seja economicamente viável e socialmente aceitável (falamos sobre isto nesta matéria). Ou seja, se um produto sustentável é realmente valioso, as pessoas estarão dispostas a comprá-lo.

7. Narrativa

Uma da maiores estratégias do projeto sustentável é a narrativa. Todo produto sustentável que tem uma história muito interessante por trás, tem muito valor. 

8. Materiais orgânicos

Nossos consumidores estão cada vez mais interessados em produtos orgânicos, produtos que utilizam materiais de fontes orgânicas ou materiais para serem idênticos ao material orgânico. A maioria dos produtos orgânicos são biodegradáveis e de baixo impacto. E o meio ambiente agradece, já que isto diminui a entrada de novos produtos químicos no meio ambiente.

9. Design silencioso

Além da poluição ambiental, há outros tipos de poluição, como é o caso da poluição sonora. Os designers podem reprojetar produtos com o objetivo de diminuir seus barulhos, como é o caso de eletrônicos que não emitem bips.

10. Recuperação

Produtos que chegam ao seu fim de ciclo de vida podem ser recuperados e reutilizados. Como é o caso de eletrônicos que são enviados à assistência técnica.

11. Reutilização

Produtos que podem ser reutilizados eliminam o desperdício e tende a reduzir o consumo de recursos. A reutilização está relacionada com outras metas de design, como a durabilidade e apego emocional.

12. Reciclar

Se não há como reutilizar ou recuperar, é hora de reciclar. Precisamos projetar produtos com materiais que podem ser facilmente reciclados nas comunidades onde são vendidos. 

13. Recursos Renováveis

Se trata de recursos naturais que podem ser repostos através de processos naturais como a energia solar, por exemplo.

14. Safety by Design

Safety by Design está relacionado com projetos que reduzem os riscos de saúde e segurança. Através de uma análise de riscos, o designer identifica os perigos e, então, desenvolve soluções, como um sistema automatizado de prevenção de acidentes que aplica os freios se você estiver prestes a bater em alguma coisa, por exemplo.

16. Auto-suficiência

A auto-suficiência é uma prática muito comum no design sustentável. Um comunidade projetada para cultivar seus próprios vegetais é um exemplo de um projeto auto-suficiente.

17. Small Is Beautiful

Entendo que esta estratégia seja a mais usada durante a pandemia. Trata-se de soluções em pequena escala, muitas vezes em nível local, que acredita que quanto menor, melhor, correndo ao contrário da noção comum.

18. Design Social

Trata-se da prática em projetar visando o impacto social. Falamos com mais detalhes sobre este conceito nesta matéria.

19. Design Estratégico

Trata-se de projetar com um olhar mais amplo visando resultados a longo prazo.

20. EcoDesign

Consiste no redesign de produtos existentes visando a diminuição no seu impacto ambiental. Leia mais sobre isso aqui.

São muitas estratégias, conceitos e práticas que podemos adotar para tornar o nosso mundo um local melhor para viver. Que esta matéria te inspire e te fala refletir fora da caixinha. Juntos #PelaNatureza.

Clique aqui para comentar ( )