Design

O ano do re-design de logos para organizações esportivas

Identidades Visuais, talvez seja o setor mais concorrido do design gráfico. Afinal, realizar trabalhos realmente interessantes, bem estruturados e relevantes para o cliente e para o mercado é um desafio e tanto. Aqui na minha empresa, a Elemento, falo com muita frequência da importância de se ter uma rotina bem construída  e como construir projetos de identidade visuais que realmente nos empolgue é uma tarefa de muito sangue, suor e lágrimas.

O ano de 2017 está apenas no quarto mês e já estamos no terceiro re-design de identidade visual de uma grande organização esportiva.

Já vimos a Juventus de Turim, o Los Angeles Chargers (antigo San Diego Chargers) e agora mais recentemente a equipe da NBA, Minnesota Timberwolves.

Até o momento, posso afirmar que a opinião popular e técnica sobre os novos logos da Juventus e do Los Angeles Chargers foram dois verdadeiros fracassos.

Mas não é deles que estamos aqui para falar.

O momento é do Minnesota Timberwolves.

Tendo a temporada de 1989/1990 como sua temporada de estréia, o Minnesota Timberwolves é uma equipe da NBA baseada na cidade de Minneapolis – capital do estado – e que compete pela Conferência do Oeste.

Nascida como uma equipe de expansão, os Wolves lutaram muito contra a regularidade, até draftarem Kevin Garnett em 1995. Após isso foi um período de diversas aparições em playoffs, com uma aparição em finais de conferência em 2003/04.

Após esse período, a equipe viveu um constante declínio. Não tendo uma temporada vencedora sequer desde 2005/06; tendo também a pior média de público, com uma lotação de 14.809 pagantes numa arena que acomoda mais de 19.000 pessoas.

Não quero fazer você ter um julgamento de valor sobre a equipe, dizendo que eles são ruins. Apenas estou lhe ajudando a entender o contexto em que se mostrou necessário o re-design de sua identidade visual.

Se eu for falar da equipe, não iria falar nem bem, nem mal; afinal não acompanho com frequência. Mas como todo bom designer muitas vezes crio simpatia por equipes simplesmente por curtir a estética de seus logotipos.

Os Wolves é uma dessas equipes.

Após muito tempo de promessa, a equipe finalmente revelou o projeto de redesign de sua identidade visual, realizada pelo escritório Rare Design.

Você pode acompanhar tudo nesse hotsite aqui.

 

 

O anúncio do novo logotipo foi um pouco desnecessário, começando em janeiro ou fevereiro. Mas a verdade é que isso parecia uma tentativa de última hora de gerar alguma emoção e tentar salvar uma temporada perdida. E quando finalmente chegou a hora de lançar o logo no intervalo durante o último jogo da temporada, o logo vazou em um anúncio que não deveria ser exibido.

O novo logotipo mantém os elementos-chave que têm estado com a equipe há quase 30 anos: o lobo, o azul e verde combinados, além da bola de basquete, claro.

O novo logotipo é um amálgama do logotipo original da equipe e seu logotipo secundário anterior que mostrou um lobo uivador. Assim, de certa forma, o logotipo não é a mais original das soluções, mas, para o seu crédito, foi muito bem executado.

O desenho do lobo é nítido e bem estilizado e abstraído com detalhes muito agradáveis ??que acrescentam dimensão, como a curva sob o seu olho ou o queixo. Eu também gosto de como o lobo se mistura no círculo, criando alguma profundidade de campo agradável contra o basquete. Os olhos verdes são assustadores, mas também descolados.

A tipografia está bem … Talvez muito de um toque Art Deco? A “Team Rune A” se destaca demais, e não da melhor maneira, pois é a única carta que se afasta da construção regular e, juntamente com o difícil kerning e espaço à direita dele, chama muito mais atenção que o necessário.

A Rare já projetou logos para diversas equipes da NBA como o New Orleans Pelicans, Sacramento Kings e Charlotte Hornets, ou seja, eles já possuem uma boa vivência nesse mercado; o que pode ter facilitado em termos esse projeto.

O slogan para o lançamento, anúncios usados e em toda a mídia social, é composto em dois pesos da tipografia Futura … o problema é que ele usa os dois pesos onde as letras mudam de pointy para não pointy (que eu nunca entendi).

Até o momento, a equipe ainda está usando a fonte personalizada projetada pelo escritório Little, criando alguma dissonância com a fonte do novo logotipo.

Mas talvez isso seja resolvido antes da próxima temporada começar. É louvável que a equipe esteja animada com o novo logotipo e tenha feito um grande negócio, sinceramente, espero que realmente marque uma nova era para eles, positiva.

Em linhas gerais, o logotipo é realmente uma boa mudança.

Clique aqui para comentar ( )