Designer e a importância de um bom notebook

Não faltam questões relacionadas ao investimento em conhecimento na área de designer gráfico, desde o curso de formação, que estuda uma série de questões da área, futuros aprimoramentos e atualizações, assim como um desktop robusto que aguente toda a demanda de armazenamento e processamento dos serviços.

No entanto, é importante que esse profissional também invista em outra solução muito importante, um notebook, que lhe assegura uma liberdade geográfica maior e também a mobilidade pertinente na hora de apresentar trabalhos e soluções para outros clientes.

Além dessas questões, o notebook atua como um backup ao dispositivo primário, assegurando que a demanda de trabalho e pedidos sejam atendidos mesmo que algum inconveniente ocorra com o equipamento principal.

Ou seja, existem uma série de motivos que tornam a necessidade de um notebook extremamente relevante para qualquer profissional de design. Porém, também temos consciência de que este é um investimento relativamente alto, somado ao aumento dos valores dos notebooks e outros dispositivos eletrônicos devido a uma série de questões econômicas.

Com os preços mais altos existem alguns mercados que sofrem um aquecimento, como a venda de notebooks usados, que apresenta boas possibilidades para muitos profissionais que precisam adquirir um novo equipamento, mas não possuem muito poder de investimento.

Ainda que o mercado de usados ofereça a possibilidade de contar com equipamentos mais robustos, é importante se atentar no que considerar na hora de escolher o melhor notebook, considere as seguintes questões:

  • Sistema operacional – ainda que existam uma infinidade de configurações em máquinas que utilizam o Windows, alguns programas da área que necessitam do macOS e fazer o investimento em um equipamento da Apple se torna obrigatório;
  • Um bom processador – O processador é o cérebro do notebook, responsável por gerenciar todos os processos, por isso, para softwares gráficos é importante sempre priorizar a velocidade do clock em relação à quantidade de núcleos, onde as frequências maiores são mais interessantes;
  • Invista em memória RAM – Como o trabalho do designer é realizado utilizando uma série de arquivos de tamanhos consideráveis de maneira simultânea, dispor da memória de curto prazo para este processamento é algo indispensável;
  • Armazenamento híbrido – Ainda que a tecnologia SSD seja a nova sensação do mercado, ela necessita de um investimento considerável, sendo que muitos arquivos serão apenas backups, por isso, é possível baratear o custo do equipamento investindo em uma alternativa híbrida que também possua o armazenamento em HD;
  • Placa Gráfica – Por fim, grande parte do valor investido em um notebook para um designer deve ser depositado ao adquirir um equipamento com uma boa placa de vídeo, principalmente para os profissionais que desenvolvem projetos em 3D, por isso, uma placa high-end é quase indispensável.

Ou seja, um notebook é um equipamento muito relevante para um profissional da área de designer gráfico, assegurando um dispositivo secundário para backup, uma liberdade geográfica pertinente à área de atuação, assim como o impacto geral e segurança de contar com o seu equipamento durante uma apresentação. No entanto, é importante estar atento a algumas questões-chave na hora de realizar este investimento.

Related posts

LG combina AI com ar-condicionado para ajudar mulheres na menopausa a enfrentar ondas de calor

Samsung lança ação promocional que dá assinaturas gratuitas do YouTube Premium por até três meses

LG Revoluciona Streaming Musical com Suporte ao Apple Music em Áudio Espacial e 3 meses grátis de Apple Music