Inspirações

3 maneiras de você encontrar a verdade social de sua marca

Sua audiência acredita que sua marca é realmente autêntica? Estaria sua marca se valendo de mitos para vender produtos e serviços?Marketing geralmente é sobre criar um mito e vende-lo; agora, é sobre encontrar uma verdade e compartilha-laMarc Mathieu menciona isso enquanto explica como sua empresa está tentando encontrar maneiras de compartilhar uma verdade. Ele diz que isso é benéfico convidar sua audiência e deixa-los tomar a propriedade, compartilhando a verdade com outros.

3 maneiras de encontrar a verdade social da sua marca

Começa quando você…

Admite que não tem todas as respostas

A ironia é ter Kanye West agredindo alguém por “não ter todas as respostas”, é no mínimo bem divertido.

Mas gera um bom ponto de discussão. Como uma marca, a pessoa pode ser rígida na sua própria verdade sem aceitar a verdade de outros. Sua marca não é verdade absoluta no mercado. Olhe além da comunicação de auto-promoção. Fale com as pessoas, não através das pessoas. Antes que eu saia pela tangente, vamos voltar ao básico. Encontrar a verdade social de sua marca é reconhecer que seu produto ou serviço pode não resolver todos os problemas de seu cliente. Se você faz um pitch do seu produto para o seu consumidor quando tem uma outra solução mais efetiva, o tiro pode sair pela culatra. Por exemplo, você já foi à um mecânico por conta de um problema que você poderia resolver sozinho? Tenho certeza que isso já aconteceu em algum momento da sua vida.

Você lembra da sensação de quando recebeu uma boa notícia? Mesmo que você não patronize sua loja, você se sentirá num débito de gratidão por essa sugestão que irá lhe ajudar a economizar algum dinheiro.

Funciona da mesma forma com mídias sociais.

Veja a transparência como uma oportunidade

Quando falo de enxergar a transparência como uma oportunidade, acho que muitos conseguem entender o porque a marca Kardashian se encaixa aqui. Vamos encarar os fatos, elas construíram uma marca multimilionária por serem transparentes (lembra da sex tape da Kim Kardashian?) Por anos, expectadores foram convidados dentro de sua casa e testemunharam os altos e baixos da família Kardashian/Jenner.Mas o que isso tem a ver com sua marca? Tudo.

Se você tem medo de colocar os holofotes sobre o funcionamento interno de sua organização, analise as páginas do livro de jogadas das Kardashians – e execute! Isso pode gerar milhões. Seu cliente adoraria saber que sua marca pode precisar de melhorias em certas áreas. Reconheça isso e convide-os para ser parte do processo de melhoria. Dar esse salto é como podemos encontrar a verdade social de nossa marca.

Faça o interno refletir o externo

Qual é a medida que as empresas mais lucrativas do mundo precisam tomar para melhorar as vendas? Alinhar o seu funcionamento interno com o mundo exterior. Não importa o quão lucrativo você seja, você precisa manter atualizado com as últimas tendências e tecnologias. A mudança entre consumidores é muito mais rápida do que as mudanças dentro da organização.

Sua organização está engajada com os consumidores nas plataformas em que eles estão presentes? Você está falando a língua de sua audiência? Você está pronto para encontrar as necessidades do seu cliente, entregando o que eles querem, quando eles querem?

Tente ouvir e veja como os seus consumidores estão falando sobre sua marca. Essa é uma maneira segura de encontrar a verdade social de sua marca.

Conclusão

Encontrar a verdade social de sua marca começa em admitir que você não possui todas as verdades, vendo a transparência como uma oportunidade e fazendo o interior da organização refletir o exterior. Para isso, é necessário coragem e humildade para encontrar a sua verdade social. No entanto, uma vez que você der esse salto, isso irá prover uma série de ferramentas para se comunicar melhor com seu público-alvo e construir uma marca mais forte.

Artigo traduzido livremente do blog Digital Branding Institute, com leves adaptações e alguns links inseridos por mim. Você pode ter acesso ao artigo original em inglês.

Clique aqui para comentar ( )